Brasil se prepara entrar no frenético ritmo do Carnaval

429 blocos desfilarão pelas ruas do Rio de Janeiro e desfiles no Sambódromo terão público de 72.500 pessoas

Rio de Janeiro – Cidades em todo o Brasil se preparam para começar nesta sexta-feira as celebrações do Carnaval, uma festa que durante cinco dias paralisa o país e atrai milhões de pessoas às ruas de cidades como Rio de Janeiro, Recife e Salvador.

O Rio de Janeiro, que se orgulha de ter o maior Carnaval do mundo, ficará a partir desta sexta-feira sob a autoridade simbólica do Rei Momo, para quem o prefeito Eduardo Paes entregará as chaves da cidade.

A prefeitura autorizou o desfile de 492 blocos pelas ruas da cidade, enquanto no Sambódromo as principais escolas de samba da cidade se apresentarão em duas noites para um público de 72.500 pessoas.

Dezenas de trabalhadores se apressaram nesta quinta-feira para instalar as últimas estruturas da Marques de Sapucaí, que receberá milhares de brasileiros e turistas no domingo e segunda-feira, para o desfile das escolas do Grupo Especial.

Doze escolas competem pelo título de campeã do Carnaval, que no ano passado ficou com a Unidos da Tijuca com um desfile dedicado ao centenário do cantor e compositor Luiz Gonzaga.

No domingo, a Inocentes de Belford Roxo, que acaba de subir para a elite do samba, abrirá o desfile. Depois, passarão pela avenida Salgueiro, Unidos da Tijuca, União da Ilha, Mocidade e Portela.

Na segunda-feira, desfilarão São Clemente, Mangueira, Beija-Flor, Grande Rio, Imperatriz e Vila Isabel. Na sexta-feira e no sábado, quem passará pelo Sambódromo são as escolas do Grupo de Acesso.


Neste ano, as escolas apresentarão no Sambódromo os mais diversos temas, como uma homenagem à cultura alemã, enredo da Unidos da Tijuca, ou a disputa pelos royalties do petróleo, que será abordada pela Grande Rio. Já a Imperatriz Leopoldinense fará uma homenagem ao estado do Pará, e a Inocentes de Belford Roxo falará da cultura coreana.

Mas o Carnaval do Rio também é caracterizado pelos blocos de ruas, que atraem uma verdadeira multidão. Um dos mais esperados é o Cordão do Bola Preta, no centro da cidade, cujos organizadores esperam receber no sábado mais de 2,3 milhões de pessoas com o objetivo de entrar no Livro Guinness dos Recordes.

O Carnaval também atrai milhares de foliões para as ruas de cidades como Salvador, Recife e Olinda, onde a festa costuma se prolongar para além da Quarta-Feira de Cinzas.