Brasil dará reforço à ajuda humanitária nos países africanos

Até agora, o país enviou kits com medicamentos e equipamentos médicos, além de R$ 1 milhão para fortificar a luta contra o ebola

São Paulo – O governo brasileiro deve anunciar, até o fim da semana, um reforço à ajuda humanitária a países africanos para enfrentar o ebola. Até agora, o Brasil enviou kits com medicamentos e equipamentos médicos, além de R$ 1 milhão – um auxílio considerado tímido, sobretudo quando comparado à doação realizada por outros países. 

Há duas semanas, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, entregou para a presidente Dilma Rousseff, durante a Assembleia-Geral das Nações Unidas, um pedido para a ampliação dos recursos. Entre as sugestões para ampliação do auxílio estavam alimentos, medicamentos e equipamentos médicos e dinheiro.

Nesta terça-feira, 07, os ministros das Relações Exteriores, Luís Alberto Figueiredo; da Saúde, Arthur Chioro, e Defesa, Celso Amorim, reuniram-se para discutir qual reforço poderia ser enviado aos países africanos.

Um novo encontro com representantes da pasta deverá ser realizado nos próximos dias. “Nossa proposta deverá ser entregue à Casa Civil. A decisão final caberá à presidente Dilma Rousseff”, afirmou Chioro. A Índia destinou US$ 12 milhões para ações de prevenção.