Bombeiros são atropelados durante protesto em Guarulhos

No momento em que os militares 5º Grupamento trabalhavam, o aposentado Ailton Vieira, de 69 anos, ao volante de um Santana vermelho, avançou contra a barreira incendiada

São Paulo – Dois bombeiros foram atropelados por um motorista embriagado, em Guarulhos, na Grande São Paulo, quando apagavam as chamas que tomavam conta de objetos incendiados por um grupo de manifestantes na noite desta terça-feira (4). O atropelamento ocorreu na Estrada do Elenco, próximo à Praça Oito, no Jardim Munira. Moradores do local, ameaçados de despejo em razão de uma ação de reintegração de posse da área por eles ocupada, realizaram uma manifestação e atearam fogo em pneus, móveis velhos e lixo, interditando a via e forçando o acionamento dos bombeiros.

No momento em que os militares 5º Grupamento trabalhavam, o aposentado Ailton Vieira, de 69 anos, ao volante de um Santana vermelho, avançou contra a barreira incendiada e atingiu o soldado Marcos Pereira da Costa, de 43 anos. Com fratura em uma das pernas e escoriações pelo corpo, ele foi medicado no Hospital Geral de Guarulhos (HGG) e liberado. Já o sargento Adílson de Paiva Bernardo, de 46 anos, foi ferido na cabeça e permanecia internado também no HGG, mas fora de perigo.

Após atropelar os dois bombeiros, o motorista fugiu do local, mas foi perseguido por equipes da PM e acabou detido. O aposentado foi encaminhado para o IML e submetido ao teste do bafômetro, que confirmou excesso de álcool no sangue. Ailton foi autuado em flagrante no 7º Distrito Policial de Guarulhos, por embriaguez ao volante, lesão corporal culposa e fuga, mas seria liberado após pagar fiança.