Bolsonaro nomeia Ricardo Braga ao cargo de secretário especial de Cultura

Secretário antecessor deixou a função após o governo suspender edital de financiamento para séries com temática LGBT

O presidente Jair Bolsonaro nomeou Ricardo Braga para o cargo de secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania. O decreto com a nomeação está publicado em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta quarta-feira, 4.

No dia 22 de agosto, o então secretário de Cultura, José Henrique Medeiros Pires, foi exonerado do cargo. Pires deixou o posto após o governo suspender por 180 dias o edital para financiamento de obras com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Obras com temática LGBT disputavam o edital, o que foi criticado por Bolsonaro. Pires afirmou, em entrevistas que a suspensão foi a “gota d’água” e que pediu exoneração, apesar do ministro da Cidadania, Osmar Terra, ter reivindicado a autoria do pedido de demissão.

O ministério, por ocasião da exoneração, disse que Pires não estava desempenhando as políticas propostas pela Pasta.

Desde o dia 22 de agosto, a secretaria de Cultura estava sob comando do secretário-adjunto e secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, José Paulo Soares Martins.