Bolsonaro não ligou para Rodrigo Maia após reeleição na Câmara

A orientação médica é que Bolsonaro evite falar durante o período de recuperação da cirurgia, segundo a assessoria de imprensa do Planalto

São Paulo – O presidente Jair Bolsonaro não telefonou para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), após a reeleição do parlamentar no cargo. Internado no Hospital Albert Einstein, o contato foi feito apenas por uma mensagem no Twitter parabenizando o deputado.

De acordo com a assessoria de imprensa do Planalto, a orientação médica é que Bolsonaro evite falar durante o período de recuperação da cirurgia a que foi submetido na última segunda-feira, 28. O presidente foi alertado, inclusive, de que seria melhor não ter realizado a videoconferência que fez na véspera com o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno. A chamada durou aproximadamente dez minutos.

Falar após uma cirurgia como a de Bolsonaro pode gerar gases e comprometer a recuperação. Médicos pediram, inclusive, que ele evite assistir ao jogo entre Palmeiras e Corinthians hoje, às 17 horas, pelo Campeonato Paulista, para se poupar de reações que comprometam seu estado de saúde.

Mesmo com as orientações, Bolsonaro acompanhou pela televisão momentos das sessões da Câmara e do Senado no dia anterior. Depois da definição dos senadores, neste sábado, 2, ele deve publicar uma mensagem no Twitter direcionada ao novo presidente da Casa.

Saúde

O presidente foi avaliado por médicos na manhã deste sábado e está com bons indicadores clínicos, de acordo com o Planalto. A alimentação oral segue suspensa e ele recebe apenas hidratação intravenosa. Um boletim médico deve ser divulgado às 17 horas.