Bolsonaro mantém liderança em SP, em empate técnico com Alckmin, diz Ibope

Candidato do PSL aumentou em 1% as intenções de voto em relação ao ultimo levantamento. Pesquisa foi realizada após ataque a Bolsonaro em MG

São Paulo – O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, manteve a liderança na corrida presidencial no Estado de São Paulo, agora em empate técnico com o ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), mas com vantagem numérica, após ter sido esfaqueado na quinta-feira, mostrou pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira.

Bolsonaro registrou 23 por cento das intenções de voto, ante os 22 por cento no levantamento anterior, divulgado em 20 de agosto. Alckmin, que governou o Estado por quatro mandatos, aparece com 18 por cento, ante 15 por cento no levantamento anterior, segundo dados divulgados no site do jornal O Estado de S. Paulo, um dos contrantes. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais.

A pesquisa foi realizado entre sexta-feira e domingo, logo na sequência do ataque a Bolsonaro em Juiz de Fora (MG).

A sondagem aponta Ciro Gomes (PDT) com 11 por cento, contra 8 por cento no levantamento anterior, Marina Silva (Rede) soma 8 por cento, ante 10 por cento na pesquisa anterior, e Fernando Haddad (PT) soma 7 por cento, contra 5 por cento antes, e Marina Silva.

Haddad deverá substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cabeça de chapa da coligação liderada pelo PT, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrar a candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa.

O percentual dos que pretendem votar em branco ou anular o voto é de 15 por cento, ante 20 por cento. A pesquisa mostrou que 6 por cento se declarou indeciso, ante 9 por cento.

O Ibope ouviu 1.512 pessoas no Estado. A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ibope, é feio mentir.

  2. Roberto Vasconcelos

    Pesquisa solicitada pela GLOBO? Não acredito, tudo direcionada. Mentirosa!

  3. Marcia Candido

    Eu já escolhi pra quem vai meu voto para presidência. Vou de Geraldo Alckmin.

  4. Bruno Santana

    Ao meu ver, o Brasil precisa de um homem como Geraldo Alckmin que sempre tem em mente a gestão eficiente, com ele o país voltar a crescer.