Bolsonaro diz que briga com Maia foi “chuva de verão” e é página virada

Bolsonaro afirmou também que conversou com o presidente do Senado, e que o governo continua trabalhando para aprovar a reforma da Previdência

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que a crise com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é página virada e que da sua parte não há qualquer problema com o parlamentar, com quem vinha trocando farpas pela imprensa nas últimas semanas.

“Para mim isso foi uma chuva de verão. O Brasil está acima de todos”, disse Bolsonaro a jornalistas ao fim de uma cerimônia em que recebeu a Ordem do Mérito Judiciário Militar. “Da minha parte não tem problema nenhum. Vamos em frente. Página virada.”

Bolsonaro afirmou também que conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e que o governo continua trabalhando para aprovar a reforma da Previdência.

“A reforma não é só para mim, para o meu governo, é para o Brasil”, disse.

Na quarta-feira, depois de uma tentativa inicial de trégua, Bolsonaro disse que Maia estava “abalado” por questões familiares, referindo-se à prisão do ex-ministro Moreira Franco, que é sogro de Maia, e o presidente da Câmara respondeu que Bolsonaro estava “brincando de ser presidente”.

Ao final do dia, Maia decidiu acenar com uma nova trégua e disse que os dois tinham que parar com a troca de acusações, e que para ele o assunto não existia mais.