Beto Richa e família têm bens bloqueados em até R$ 166 milhões

Ex-governador do Paraná, sua esposa e filho são réus em investigação de esquema de propina que teria desviado R$ 8,4 bi

São Paulo — O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) teve seus bens, como imóveis e carros, e contas bloqueadas em valor de até 166 milhões de reais pela 23ª Vara Federal de Curitiba, a pedido do Ministério Público Federal. A medida abrange também as finanças e bens da ex-primeira-dama Fernanda Richa e do filho do casal, André Richa. As informações são do G1.

A determinação da Justiça é um desdobramento da investigação dos três em esquema de pagamento de propina para agentes públicos por empresas de pedágio do Paraná.

De acordo com o MPF, foram desviados 8,4 bilhões de reais, desde 2000, por meio do aumento de tarifas de pedágio do Anel de Interligação, bem como de obras que não foram executadas O objetivo do bloqueio é custear multas, gastos processuais e reparação de danos.