Barbosa chega para reunião do PSB e diz que “ainda não é candidato”

Ele, no entanto, demonstrou otimismo com o resultado da última pesquisa Datafolha, que o põe com até 10% das intenções de voto em alguns cenários

Ao afirmar que “ainda não é candidato” à Presidência, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa chegou nesta quinta-feira, 19, à sede do PSB em Brasília para a primeira reunião com a cúpula do partido. “Ainda falta muita coisa”, disse, sobre a candidatura.

Ele, no entanto, demonstrou otimismo com o resultado da última pesquisa Datafolha, que o põe com até 10% das intenções de voto em alguns cenários. “Olha, para quem não frequenta ambientes públicos, órgãos públicos, não dá entrevista, leva uma vida pacata, está muito bom, né?”, perguntou.

Barbosa assustou-se com a recepção preparada pela ala afro do partido. O ex-ministro fez um caminho diferente para não passar pelo meio da militância, que o esperava com bandeiras e pétalas de rosa. “Estou atrasado, estou atrasado”, repetia o ex-ministro. Barbosa filiou-se no último dia 6 ao PSB e trabalha agora para diminuir a resistência de setores da sigla a seu nome como candidato à Presidência.

Essa é a primeira reunião com a cúpula do partido. Em 2014, o PSB lançou Eduardo Campos ao Palácio do Planalto. O ex-governador morreu durante a campanha, em um acidente aéreo, deixando o partido órfão de liderança que pudesse disputar o cargo este ano.