As frases que deram o que falar nesta semana – 10/02

Críticas a Temer pela indicação de dois ministros, crise de segurança no Espírito Santo e depoimento de FHC a Sérgio Moro foram alguns destaques

São Paulo — O presidente Michel Temer (PMDB) enfrentou críticas na indicação de dois ministros nesta semana: Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF) e Moreira Franco para Secretaria-Geral da Presidência da República.

Antigos aliados do presidente, os dois foram vistos como figuras escolhidas para beneficiar o governo e os aliados de Temer. Enquanto a escolha de Moraes foi encarada como um conflito de interesses entre o Executivo e o Judiciário, a nomeação de Moreira Franco foi acusada de ser uma estratégia para dar foro privilegiado para o ministro nas investigações da Operação Lava Jato.

No âmbito da operação, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) deu depoimento ao juiz federal Sérgio Moro em audiência que investiga a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do Instituto Lula em esquemas de corrupção. “O presidente da República não sabe de tudo o que acontece”, afirmou FHC ao explicar que nunca havia ouvido falar de Nestor Cerveró antes da Lava Jato. 

Esta semana teve ainda mais um episódio da crise de segurança no país, com as ruas do Espírito Santo se tornando local de medo, insegurança e mortes com a paralisação dos policiais no estado. A greve aconteceu porque os oficiais reivindicam o pagamento de salários atrasados, além do reajuste dos valores, que não é feito há quatro anos.

Já em São Paulo, dois prefeitos regionais enfrentaram a “fúria” do prefeito da capital, João Doria (PSDB), ao comentarem publicamente sobre a falta de recursos no município. “Na próxima, serão demitidos”, retrucou o tucano.

Veja abaixo as frases que marcaram a semana:

O presidente da República não sabe de tudo o que acontece

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) durante audiência com o juiz Sérgio Moro na quinta-feira (9), ao explicar que nunca havia ouvido falar de Nestor Cerveró antes da Lava Jato

Não houve críticas, só elogios

Presidente Michel Temer (PMDB), na terça-feira (7), ao comentar a repercussão da indicação de Alexandre de Moraes para o STF

[…] não se afigura coerente, que suas promessas ao assumir o mais alto posto da República sejam traídas exatamente por quem as lançou no rol de esperança dos brasileiros, que hoje encontram-se indignados e perplexos ao ver o seu Presidente adotar a mesma postura da ex-Presidente impedida e que pretendia também blindar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Juíza federal Regina Coeli Formisano, na quinta-feira (9), em decisão liminar impedindo a nomeação de Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência

Eles têm direito a uma farda por ano. Se quiserem outra, têm de comprar. Se estraga o coturno, tem de comprar. Se quiser tocar na banda da PM, tem de comprar a farda. É uma vergonha

Mãe de um policial do Espírito Santo, na quarta-feira (8), sobre a situação econômica dos PMs no estado
Exército brasileiro patrulha as ruas de Vitória, no Espírito Santo, dia 09/02/2017 Exército brasileiro patrulha as ruas de Vitória, no Espírito Santo, dia 09/02/2017

Exército brasileiro patrulha as ruas de Vitória, no Espírito Santo, dia 09/02/2017 (Paulo Whitaker/Reuters)

Seremos intolerantes com qualquer situação que comprometa a segurança da tropa

General Mauro Sinott, comandante das tropas do Exército enviadas ao Espírito Santo, na quarta-feira (8)

Não vou te visitar na Papuda

Deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), em mensagem ao filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), por ele não ter ido à votação da presidência da Câmara quando o pai concorria

Na próxima, serão demitidos

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), na quinta-feira (9), após queixas de prefeitos regionais sobre falta de recursos no município

Na verdade, Marisa morreu triste. Porque a canalhice que fizeram com ela, e a imbecilidade e a maldade que fizeram com ela, eu vou dedicar [Lula não encerrou a frase]. Eu tenho 71 anos, não sei quando Deus me levará, acho que vou viver muito, porque eu quero provar que os fascínoras que levantaram leviandade com a Marisa tenham, um dia, a humildade de pedir desculpas a ela

Lula, no sábado (4), no velório de Marisa Letícia