Após título corintiano, Lula projeta viagem para Japão

Ex-presidente revelou o desejo de acompanhar o time no Mundial de Clubes, em dezembro

São Paulo – Corintiano declarado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemorou, como qualquer outro torcedor do clube, a conquista do título da Libertadores, garantida na noite de quarta-feira com a vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, no Estádio do Pacaembu. Em tratamento de um câncer na laringe, ele assistiu o jogo na sua residência, mas revelou o desejo de acompanhar o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão.

Lula afirmou, em entrevista à Rádio Estadão ESPN, que acompanhou a decisão em sua casa acompanhado de seus filhos e da ex-primeira-dama Marisa. “Com o nosso futebol feijão com arroz, a gente conseguiu uma alegria extraordinária”, afirmou. “Para o Corinthians tudo é mais sofrido e, portanto, acho que valeu o extravasamento da torcida ontem e vai valer o de hoje também”.

O ex-presidente disse que sofreu muito durante o jogo e por recomendações médicas, torceu de forçar contida para não forçar a garganta, mesmo nos dois gols feitos pelo atacante Emerson Sheik no segundo tempo da final contra o Boca Juniors. “Eu torci de forma mais comedida, o meu grito foi silencioso”, relatou.

Perguntado sobre sua possível ida ao Japão, Lula disse que já projeta viagem para a Ásia. E o ex-presidente acredita que o Corinthians tem reais chances de ser campeão mundial. “Essa é uma coisa que, se Deus quiser, eu quero estar vivo pra ir. Nós vamos enfrentar o Chelsea, certamente o mais fraco, de todos esses times importantes e o Corinthians tem grande chance de ser campeão”, completou.

Campeão da Libertadores, o Corinthians está garantido no Mundial de Clubes, que será realizado entre os dias 6 e 16 de dezembro no Japão. Além do time brasileiro, que faturou o título do torneio em 2000, já estão classificados o inglês Chelsea, o mexicano Monterrey e o neozelandês Auckland City.