Após decisão do TSE, Amoêdo diz que não usará recursos do fundo partidário

Pré-candidato do Novo voltou a criticar o uso de dinheiro público para financiamento de campanhas

Na esteira da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que confirmou nesta quinta-feira, 3, a possibilidade de os partidos usarem o fundo partidário para as próximas eleições, o pré-candidato à Presidência João Amoêdo (Novo) declarou via redes sociais que não irá usar os recursos previstos pelo fundo.

Em seu Twitter pessoal, Amoêdo voltou a criticar o uso de dinheiro público para financiamento de campanhas e declarou que assim como aconteceu com o dinheiro do fundo eleitoral, não irá utilizar a verba do fundo partidário prevista para seu partido.

“Além do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão, os partidos usarão o fundo partidário para campanhas. Esses fundos são compostos por nossos impostos. É a velha política usando o nosso dinheiro para se manter no poder e lutar contra a renovação. O NOVO não usa nem R$ 1 desses fundos”, declarou o pré-candidato.