Após chuva intensa, Rio Piracicaba sobe 8 centímetros

Elevação do nível da água também deve ser mais sentida dentro de três dias, quando o volume maior começará a chegar à cidade

Franca – As chuvas dos dois últimos dias aumentaram a capacidade do Rio Piracicaba, um dos principais a abastecer o Sistema Cantareira. No município de Americana (SP), o Departamento de Água e Esgoto (DAE) calcula que o rio tenha subido até 8 centímetros.

A elevação do nível da água também deve ser mais sentida dentro de três dias, quando o volume maior começará a chegar à cidade, aumentando a vazão.

Na região, o índice pluviométrico entre a manhã desta quarta-feira, 26, e a noite anterior foi de 33,44 mm, um dos maiores deste ano.

Em Piracicaba (SP) choveu nesse mesmo período 31,2 milímetros, o suficiente para o rio cobrir as pedras que podiam ser vistas em seu leito. O aumento de água também foi observado por causa da espuma que se formou na região da Rua do Porto, na área central do município.

A chuva que caiu à noite em Piracicaba foi maior que a registrada em todo o mês de outubro, que somou apenas 23 milímetros, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

No fim da tarde, perto das 18h desta quarta, a vazão do rio estava em 110 mil litros por segundo.

Atibaia

Em Campinas (SP), onde o Rio Atibaia enfrentava um recorde negativo, a sensação foi de alívio com o registro da segunda maior chuva do ano.

O manancial responde por 95% do abastecimento da cidade e chegou a atingir na terça-feira, 25, o menor porcentual nos últimos 13 anos.

A chuva, porém, chegou à noite e avançou na madrugada. O resultado foi notado na manhã desta quarta, 26, com a vazão passando em poucas horas de 4,44 metros cúbicos por segundo para 6,31 metros cúbicos por segundo.

Isso ocorreu porque a chuva foi mais intensa principalmente no ponto onde acontece a captação de água.