Após cancelar visita a NY, Bolsonaro deve receber homenagem em Dallas

Segundo o porta-voz da presidência, a possível escolha de Dallas leva em conta o fato de o convite ter partido de um prefeito que é democrata

Brasília  – O presidente Jair Bolsonaro deverá fazer uma viagem a Dallas, no Estado norte-americano do Texas, para receber homenagens nos próximos dias 14 e 16 de maio, afirmou o porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, em briefing à imprensa no Palácio do Planalto na noite desta segunda-feira.

Segundo o porta-voz, a possível escolha de Dallas leva em conta o fato de o convite ter partido de um prefeito que é democrata — caso de Mike Rawlings.

Na semana passada, Bolsonaro cancelou viagem que faria a Nova York para receber o prêmio de personalidade do ano pela Câmara de Comércio Brasil-EUA após locais escolhidos para a solenidade se recusarem a abrigar o evento.

O prefeito de Nova York, o também democrata Bill de Blasio, disse publicamente para que um dos locais não abrigasse o evento ao chamar Bolsonaro de “ser humano perigoso”.

“Outras autoridades, outros empresários e outros políticos, inclusive do Partido Democrata, convidaram o nosso presidente a compartilhar com eles um ambiente democrático e tão salutar que é o dos Estados Unidos da América, que eventualmente algumas autoridades não sabem aproveitar e considerar diante da presença de um presidente de Estado, que é o nosso presidente Jair Bolsonaro”, disse o porta-voz.

Rêgo Barros não confirmou se a provável ida de Bolsonaro a Dallas será para receber a premiação da Câmara de Comércio, embora tenha dito que haverá uma tentativa nesse sentido. Também não está confirmado se o presidente será recebido pelo prefeito daquela cidade.