Aos 27 anos, candidato do PSDB vence a disputa em Pelotas

O tucano Eduardo Leite ficou com 57,19% dos votos válidos

Brasília – O candidato Eduardo Leite (PSDB) venceu a disputa pela prefeitura de Pelotas (RS) com 57,19% dos votos válidos. Fernando Marroni (PT) ficou com 42,81%. Até agora, foram apurados 90,83% das urnas. Os votos brancos somam 2,42% e os nulos, 3,17%. A abstenção está em 18,31%.

Eduardo Leite tem 27 anos e é advogado formado pela Universidade Federal de Pelotas. Foi presidente do Grêmio Estudantil do Colégio São José. Aos 19 anos, concorreu ao cargo de vereador, obteve 2.937 votos e ficou na primeira suplência. Foi, então, convidado para integrar a Secretaria Municipal de Cidadania. Posteriormente foi chefe de gabinete da prefeitura. Leite deixou o cargo para assumir o mandato de vereador e foi reeleito em 2008, tornando-se líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal.

Localizada a 250 quilômetros da capital, Porto Alegre, Pelotas tem cerca de 250 mil eleitores. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), o setor que mais contribui para o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todas as riquezas produzidas no município) é o de serviços, com R$2,7 bilhões. Em seguida, vem o setor industrial, com R$ 692,5 milhões, e a agropecuária, com R$ 139,2 milhões.

Conforme dados da prefeitura, Pelotas tem a segunda maior concentração de produtores de couro do estado. Em termos de capacidade de produção, está também entre as primeiras. O município tem ainda a maior bacia leiteira do estado, produto que é o destaque no setor pecuário local. São tradicionais as culturas do pêssego e do aspargo, e o comércio local é ágil e diversificado, com serviços especializados e empresas de pequeno, médio e grande portes.