Bolsonaro e Haddad vão ao 2º turno; França desponta em SP

Bolsonaro teve 46,06% dos votos válidos contra 29,24% de Haddad; 11 governadores foram eleitos em primeiro turno

São Paulo — O segundo turno presidencial das eleições 2018 será entre Jair Bolsonaro (PSL), que teve 46,06% dos votos válidos, e Fernando Haddad (PT), que teve 29,24%.

Ciro Gomes (PDT) ficou com 12,47%, Geraldo Alckmin (PSDB) teve 4,76% e João Amoêdo (Novo) contabilizou 2,5%. Cabo Daciolo (Patriota) teve 1,26%, Henrique Meirelles (MDB) ficou com 1,20% e Marina Silva (Rede) teve 1%.

A onda conservadora ampliou a presença do PSL no Congresso,

Houve surpresa em várias corridas estaduais. Em São Paulo, Márcio França (PSB) superou Paulo Skaf (MDB) com uma pequena margem e disputará o segundo turno com João Doria (PSDB).

Eduardo Suplicy (PT), em primeiro lugar nas pesquisas para o Senado paulista, não foi eleito; a mesma coisa aconteceu com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em Minas Gerais.

Os mineiros também surpreenderam ao alçar Romeu Zema, do Novo, ao primeiro lugar com 42,73% dos votos válidos. Ele disputará o segundo turno com Antonio Anastasia (PSDB), que teve 29,06%.

No Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) disparou com 41,28% dos votos e disputará o segundo turno com Eduardo Paes (DEM), que teve 19,56%.

Veja como foi a cobertura completa de EXAME:

01h35 – Encerrada a cobertura ao vivo dos resultados das eleições 2018.


01h – Conheça todas as disputas para governador

Disputa terminou no primeiro turno em onze estados e segue para segundo turno nos outros dezesseis.


0h40 – Novo Datafolha sai na quarta-feira

A primeira pesquisa Datafolha com as intenções de voto para o 2º turno será divulgada na próxima quarta-feira (10).

A informação foi publicada na noite deste domingo pelo diretor do instituto, Mauro Paulino, em sua conta pessoal do Twitter.


0h10 – PT e PSL elegem maiores bancadas e MDB diminui, estima XP Investimentos

O PT de Fernando Haddad terá uma bancada de 57 parlamentares no próximo Congresso, de acordo com um levantamento feito pela XP Investimentos. É menos do que os 70 eleitos em 2014, que viraram 61 na legislatura atual.

Já o PSL de Bolsonaro elegeu 51 parlamentares, segundo a estimativa. Há quatro anos, o partido tinha conseguido eleger apenas um deputado e está atualmente com oito, pois já se beneficiava pela transferências de parlamentares em função da filiação do presidenciável em março.

O nanico PRTB, do general da reserva Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Bolsonaro, não elegeu nenhum parlamentar à Câmara enquanto o MDB reduziu sua presença na Casa pela metade.


23h59 – Renan Filho é reeleito governador de Alagoas

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), garantiu sua reeleição para o governo de Alagoas.

Com 81,48% das urnas apuradas, o candidato tem 791.816 votos (77,99%) e não pode ser mais alcançado por Josan Leite (PSL), que tem 10,47%.


23h44 – Roraima terá segundo turno entre PSL e PSDB

O estado de Roraima terá segundo turno entre os candidatos Antonio Denarium (PSL), que teve 42,27% dos votos válidos, e o ex-governador Anchieta (PSDB), que teve 38,67%.


23h28 – Abstenção chega a 20,3%, maior índice desde 2002

Um em cada cinco brasileiros não foi votar neste domingo. De acordo com dados do TSE, 29.719.056 pessoas não compareceram às seções eleitorais – uma taxa de 20,32%.

A maior taxa foi no Mato Grosso (24,55%) e a menor foi em Roraima (13,86%).


23h18 – Acre teve resultado em primeiro turno

Com 74,06% das urnas apuradas no Acre, já está definido que Gladson Cameli venceu as eleições no primeiro turno com 53,60% dos votos.

Termina assim a hegemonia petista no Executivo que durou 20 anos. Marcus Alexandre (PT) ficou em segundo lugar e alcançou 35% dos votos.


22h40 – Bolsonaro volta a questionar votação; Haddad fala em unir democratas

Jair Bolsonaro disse na noite deste domingo que, se não tivesse ocorrido problemas com urnas durante a votação, poderia já ter sido eleito presidente no primeiro turno.

Ele destacou que vai exigir de autoridades da Justiça Eleitoral soluções para os relatos de problemas nas urnas.

“Reclamações foram muitas, inúmeras e quando aprovamos o voto impresso lá atrás era exatamente para evitar isso”, afirmou Bolsonaro, em transmissão feita pelo Facebook dele. Ele disse que “lamentavelmente” o “sistema” venceu a primeira etapa.

Haddad disse que pretende “unir os democratas do Brasil” e que os números de Bolsonaro são “expressivos e apontam para os riscos que a democracia corre no país”.


22h27 – Na Paraíba, João Azevedo é eleito governador no primeiro turno

Com 95% das urnas apuradas, João Azevedo (PSP) foi eleito governador na Paraíba com 58,10% dos votos. O segundo colocado, Lucélio Cartaxo (PV), teve 23,38%.


22h20 – Márcio França (PSB) surpreende e vai ao segundo turno em São Paulo

Em terceiro lugar distante nas pesquisas até poucos dias atrás, o governador Márcio França (PSB) surpreendeu e vai ao segundo turno por uma margem apertada em São Paulo.

João Doria (PSDB) lidera com 31,77% dos votos válidos contra França, que teve 21,48%. Paulo Skaf (MDB) ficou com 21,13%.

A diferença, em números absolutos, entre os candidatos foi pouco maior do que de 700 mil votos.


22h10 – Bolsonaro só perdeu para Haddad em oito estados do Nordeste e no Pará

Bolsonaro foi o mais votado em 16 Estados e no Distrito Federal; ele só ficou atrás de Fernando Haddad (PT) em oito Estados do Nordeste e no Pará.

Ciro Gomes (PDT) liderou a disputa no Ceará, seu berço político.


21h48 – Guilherme Boulos declara apoio a Haddad no segundo turno


21h45 – Ciro Gomes descarta apoio a Bolsonaro no segundo turno

Candidato do PDT afirmou que nos próximos dias definirá seu apoio para o segundo turno, mas avisou: “Ele não, sem dúvida”, em referência a Bolsonaro.

Marina Silva (Rede) creditou seu desempenho ruim na eleição ao voto útil e disse que um eventual apoio no segundo turno será definido em conjunto com o partido, mas já adiantou que não apoia “candidatos autoritários”.


21h36 – Belivaldo (PDS) e Valadares Filho (PSB) disputarão segundo turno em Sergipe

Sergipe tem segundo turno definido. Com 96,63% das seções apuradas, a disputa será entre Belivaldo (PDS), com 40,75%, e Valadares Filho (PSB), com 21,45%.

Eduardo Amorim (PSDB) ficou em uma terceira colocação próxima, com 20,51% dos votos.


21h25 – Rui Costa (PT) é reeleito governador da Bahia

Com 77,71% das seções apuradas, Rui Costa possui 75,88% dos votos válidos e está reeleito governador da Bahia. José Ronaldo (DEM) ficou em segundo com 21,81% dos votos válidos


21h23 – Rio Grande do Norte terá segundo turno entre PT e PDT

Com 94% das seções apuradas, está definido que o segundo turno no Rio Grande do Norte será entre Fátima Bezerra (PT), com 45,61% dos votos válidos, e Carlos Eduardo (PDT), que teve 32,77%.


21h19 – Minas Gerais tem surpresa com candidato do Novo no segundo turno

Com mais de 97% das seções apuradas, está definido que haverá segundo turno em Minas Gerais.

Ele será entre os candidatos Romeu Zema (Novo), que despontou de última hora e teve 43,05% dos votos válidos, contra Antonio Anastasia (PSDB), que teve 29,04%.


21h08 – Major Olimpio e Mara Gabrilli são eleitos para o Senado por São Paulo

Com 95,09% das urnas apuradas, foram eleitos para o Senado por São Paulo os deputadores federais Major Olímpio (PSL) – com 25,79% – e Mara Gabrilli (PSDB) – com 18,63%. O ex-senador Eduardo Suplicy (PT) não foi eleito e ficou com 13,32%.


20h54 – Bolsonaro disputará segundo turno com Haddad

Com quase 100% das urnas apuradas, está definido que haverá segundo turno na eleição presidencial de 2018. Em 28 de outubro, Jair Bolsonaro (PSL) disputará o cargo com Fernando Haddad (PT). Bolsonaro tem 46,70% do total até agora contra 28,37% do petista.


20h49 – Eduardo Leite (PSDB) e José Ivo Sartori (MDB) disputarão segundo turno no Rio Grande do Sul

Com 99,34% das urnas apuradas, haverá segundo turno no Rio Grande do Sul. Eduardo Leite (PSDB) tem 35,83% dos votos válidos e José Ivo Sartori (MDB) tem 31,17%.


20h44 – Ronaldo Caiado é eleito governador de Goiás; no Rio, PSDB e MDB disputarão segundo turno

Com 98,81% das urnas apuradas de Goiás, o senador Ronaldo Caiado (DEM) está eleito governador do Estado, com 59,72% dos votos no primeiro turno.


20h36 – Mato Grosso define governador e Mato Grosso do Sul terá segundo turno

No Mato Grosso, o empresário Mauro Mendes, do DEM, está eleito no primeiro turno. Com 92% das seções apuradas, ele registrava 58,81% dos votos contra 19,58% de Wellington Fagundes (PR).

No Mato Grosso do Sul, haverá segundo turno. Com 95% das seções apuradas, Reinaldo Azambuja (PSDB) tinha 44,6% e o juiz Odilon (PDT) tinha 31,7%. 


20h32 – Waldez (PDT) fica em primeiro no Amapá e disputará segundo turno com Davi (33,93%)

Waldez (PDT) e Davi (DEM) vão disputar o segundo turno das eleições no Amapá. Com 97% das seções apuradas, Waldez estava com 47,95% e Davi com 33,93%.


20h26 – Com 88% de apuração, Bolsonaro tem 47,35% e Haddad tem 27,55%

Com 88% dos votos apurados, Jair Bolsonaro lidera as eleições com 47,35% dos votos válidos, de acordo com a última parcial divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Haddad está com 27,55%.


20h19 – Camilo Santana é reeleito governador do Ceará com 77% dos votos em apuração parcial

Com 75,16% dos votos apurados, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT) já foi reeleito no primeiro turno, pois tem 77,87% dos válidos.

Ele não pode ser ultrapassado mais pelo segundo lugar, General Theophilo (PSDB), com 12,59% dos votos válidos.


19h52 – Magno Malta, um dos principais aliados de Bolsonaro, não é reeleito para Senado

Com 17,05% dos votos, Magno Malta (PR) não foi reeleito para o Senado no Espírito Santo.

Ele é um dos principais aliados de Jair Bolsonaro e chegou a ser cotado como “vice dos sonhos” pelo candidato, mas não aceitou para tentar a reeleição.

Foram eleitos os candidatos Fabiano Contarato (Rede), com 31,14% dos votos válidos, e Marcos do Val (PPS), com 24,06% dos votos válidos.


19h46 – Com mais de 70% das urnas apuradas, Bolsonaro tem 48% dos votos válidos

Os resultados parciais do TSE mostram Jair Bolsonaro na liderança com 48% dos votos válidos e Haddad em segundo lugar com 27%. 72% das urnas haviam sido apuradas às 19h36.


19h31 – Ratinho Júnior está matematicamente eleito governador do Paraná

Com mais de 87% das urnas apuradas no Paraná, Ratinho Junior (PSD), filho do apresentador Ratinho, está matematicamente eleito como governador.

Ele tem 60,12% dos votos válidos. A segunda colocada foi a atual governadora, Cida Borghetti (PP), que tem 15,47%.


19h17 – Com metade dos votos apurados, Bolsonaro lidera com 49% contra 26% de Haddad

Jair Bolsonaro lidera com 49,02% dos votos as eleições presidenciais deste domingo no Brasil, de acordo com os primeiros resultados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Com 53% dos votos apurados, Fernando Haddad, do PT, tem 26,09% dos votos, enquanto Ciro Gomes, do PDT, ocupa a terceira posição, com 12,31%.


19h11 – Renato Casagrande está matematicamente eleito no Espírito Santo

Com pouco mais de 92% das urnas apuradas, Renato Casagrande (PSB) está matematicamente eleito governador do Espírito Santo.

Ele tem 55,35% dos votos válidos, e não pode ser alcançado por Matato (PSL), que tem 27,48% dos votos. Em terceiro lugar, aparece Jackeline Rocha (PT), com 7,29%.


19h01 – Pesquisa Ibope de boca de urna indica segundo turno entre Bolsonaro e Haddad

A boca de urna dos presidenciáveis, divulgada na noite deste domingo pelo Ibope, indica que haverá um 2º turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). O pesselista aparece com 45% dos votos, enquanto o petista registra 28%.

Ciro Gomes (PDT) ficou em terceiro lugar, com 14% dos votos. Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (Novo) estão com 4%.


18h54 – No Distrito Federal, segundo turno terá Ibaneis e Rollemberg

Começam a ser divulgados os primeiros resultados oficiais das eleições 2018.

Com 98% das seções apuradas, o segundo turno para governador no Distrito Federal será disputado entre o advogado Ibaneis (MDB), que tem até agora 41,99%, e Rodrigo Rollemberg (PSB), com 13 94%


18h39 – Temer diz que primeiro turno representa “dia inaugural de uma pacificação” do Brasil

O presidente da República Michel Temer afirmou na tarde deste domingo, 7, que a votação de hoje representa o dia “inaugural de uma pacificação em todo País”.

A declaração foi feita em visita ao Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

“Acho que hoje nós estamos dando o exemplo daquilo que poucos imaginavam que poderia acontecer, ou seja, o dia do pleito é o dia inaugural de uma pacificação em todo país”, disse Temer.


18h27 – Presidente do PSL diz que ataques serão foco em eventual segundo turno

Um dos principais integrantes da equipe de Jair Bolsonaro (PSL), o advogado Gustavo Bebbiano, presidente do PSL, disse hoje que confia em vitória em primeiro turno, mas que em um eventual segundo turno o tom será de ataque aos concorrentes.

“É porrada”, afirmou. “Se tiver um segundo turno, o confronto vai ser direto. Com o PT não tem conversa”, ressaltou. “Vamos com força, não vamos ter piedade com os erros e os males do PT.”


17h25 – Boca de urna em MG mostra ex-presidente Dilma fora do Senado

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT), cotada como a principal candidata para ocupar uma das cadeiras no Senado por Minas Gerais, aparece em quarto lugar na boca de urna do Ibope.

Carlos Viana (PHS) está com 21%, Dinis Pinheiro (Solidariedade) com 18%, Rodrigo Pacheco (DEM), 22% e Dilma Rousseff (PT), 15%.

Para o governo do estado, o candidato do Novo, Romeu Zema, lidera com 41% dos votos. Anastasia aparece em segundo, com 29% e Pimentel em terceiro, com 22%.


17h13 – Boca de urna em SP mostra Skaf e França empatados no segundo lugar

A boca de urna do Ibope em São Paulo mostra João Doria (PSDB) em primeiro lugar com 31%. Márcio França (PSB) e Paulo Skaf (MDB) aparecem empatados no segundo lugar com 21%.

As informações foram divulgadas pela Globo, que encomendou a pesquisa. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos e o nível de confiança do levantamento é de 99%.


17h04 – Haddad e Bolsonaro não terão governabilidade, diz Katia Abreu

Vice na chapa de Ciro Gomes (PDT), Katia Abreu (PDT-TO) se mostrou confiante de que irão ao 2º turno. “Somando os porcentuais dos candidatos com menor pontuação, mais os indecisos e cerca de 22% dos brasileiros dispostos a mudar seu voto, dá quase metade do eleitorado”, declarou ela antes de votar.


16h28 – Balanço do TSE

964 urnas eletrônicas apresentarem defeito e precisaram ser substituídas em todo o país até as 14h deste domingo, 7 de outubro. Segundo o TSE, o número representa 0,019% do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito deste ano.


16h06 – OEA se manifesta sobre boatos de vulnerabilidade das urnas eletrônicas

Chefe da missão de observadores internacionais vê eleições brasileiras correndo com tranquilidade. Para a observadora, o principal problema identificado  foi a grande propagação de fake news. Segundo ela, até mesmo declarações de membros da missão foram utilizadas de forma distorcida. “O impacto da notícia falsa ante a população afeta não só os candidatos à Presidência como a credibilidade das eleições”, completou.


15h14 – Em eleição dominada por temas morais, reformas estão em 2º plano

Na avaliação de analistas, polarização da campanha e o tempo mais curto de propaganda eleitoral frustraram quem queria ouvir estratégias concretas para a retomada de emprego, renda e questões estruturais para o futuro do país. 


14h46 – Operação eleições 2018

Em todo Brasil, 175 pessoas foram detidas nas primeiras horas do primeiro turno das eleições 2018. Pará lidera, com 44 pessoas detidas


14h32 – Justiça Eleitoral se manifesta sobre vídeo de urna que “auto completa” voto

Segundo a Justiça Eleitoral, vídeo que circula velozmente pelas redes sociais e que sugere o voto no candidato Fernando Haddad (PT) ao apertar o número 1 é falso. “Não existe a possibilidade de a urna auto completar o voto do eleitor, e isso pode ser comprovado pela auditoria de votação paralela”, diz a nota.


14h08 – Filho do candidato Jair Bolsonaro pede que eleitores filmem urnas

A manifestação de confiança nas urnas eletrônicas do ministro do TSE e STJ, Og Fernandes, não aplacou os ânimos dos filhos do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL). Nas redes sociais, Eduardo Bolsonaro pediu que eleitores filmassem as máquinas, caso notassem problemas. Ato, contudo, é crime eleitora. Entenda a polêmica. 


14h00 – O que pensam os candidatos à Presidência sobre política externa?

EXAME questionou os principais candidatos das eleições 2018 sobre seus posicionamentos ante os maiores desafios que o Brasil enfrenta no plano internacional, tema frequentemente escanteado nos debates presidenciais. Veja o que eles pensam sobre Venezuela, refugiados e Donald Trump.


13h18 – As eleições 2018 em imagens no Brasil e no mundo


13h07 – Imagens de boletins de urnas no exterior são verdadeiras

Circulam nas redes sociais imagens dos boletins das urnas usadas pelos brasileiros para votar no exterior. Segundo o TSE, as imagens são verdadeiras, contudo, refletem resultados extremamente parciais. O órgão reiterou que o resultado final das eleições 2018 só será conhecido após a apuração de todas as urnas no Brasil.


13h04 – João Amôedo (NOVO) não irá apoiar Fernando Haddad (PT)

Provável apoio ao adversário do PSL, Jair Bolsonaro, será definido pelo partido a partir da análise do seu programa de governo, explicou o candidato do Novo, ao votar. “O que vai pautar qualquer decisão é a pauta de trabalho“, disse Amôedo.


12h59 – Sou mesário, quantos dias de folga posso tirar?

Para esclarecer todas as questões dos brasileiros que terão obrigações a mais e vão trabalhar durante as eleições, o advogado Marcelo Mascaro Nascimento, sócio do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista, falou a EXAME sobre as dúvidas mais comuns dos trabalhadores. Veja aqui.


12h57 – Após votar, Marina diz que pesquisas não decidem rumo do país

A candidata minimizou a brusca queda que sofreu nos levantamentos de intenção de voto na disputa pelo Palácio do Planalto. Na última pesquisa Datafolha antes da eleição, divulgada na noite de sábado, Marina aparece com 3 por cento dos votos válidos, atrás de Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).


12h50 – Ciro Gomes deve ir bem nas urnas, mas não ameaça vaga de Fernando Haddad no 2º turno

A avaliação é da consultoria Eurasia. De acordo com seus analistas, para que Ciro (PDT) tenha alguma chance de avançar na disputa pela presidência, seria necessário que a candidatura de Haddad (PT) entrasse em colapso. Entenda a análise.


12h05 – Instabilidade em site do TSE não permite consulta a local de votação

Eleitores se manifestaram sobre o tema nas redes sociais. EXAME tentou acessar os serviços, sem sucesso. A única informação apresentada é o comunicado “nenhum resultado encontrado”. De acordo com a assessoria do TSE, instabilidade é causada pelo excesso de demanda aos serviços. 


12h03 – Balanço parcial do TSE

Ao menos 310 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas nas primeiras duas horas de votação no país. Segundo o tribunal, o número representa 0,06% do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito deste ano.


12h01 – “Hoje é o dia maior da democracia”, diz Geraldo Alckmin após votar em SP

“Não há poder legítimo que não seja através da liberdade, democracia – o grande valor, o grande princípio é o governo do povo. Portanto, hoje quem fala é o eleitor”, disse o candidato à Presidência do PSDB. 


11h49 – Ao votar, Skaf diz que fez campanha de alto nível

 O candidato do MDB ao governo do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, foi questionado sobre a recente oscilação negativa na sua intenção de voto, conforme medido pelo Datafolha, e afirmou que não gostaria de falar de resultados no dia da eleição.

Na pesquisa divulgada ontem, Skaf oscilou de 27% para 26% dos votos válidos. Enquanto isso, Márcio França, do PSB, passou de 19% para 20%.


11h24 – Doria vota em SP e reitera apoio a Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB

Sobre escolha para a Presidência, João Doria Jr. (PSDB) disse que “Geraldo Alckmin é o candidato do meu partido. É meu voto solidário e consciente”. Cercado de correligionários, disse não ter preferência de adversário para o segundo turno. “Eu não escolho candidato, eu disputo e venço candidato”, declarou


11h22 – FHC afirma que votou nos candidatos do PSDB

“Daqui por diante o importante é obedecer a Constituição e buscar explicar ao povo o que cada um pensa e como será possível fazer”, disse o ex-presidente no Twitter.


11h18 – Henrique Meirelles (MDB) e Guilherme Boulos (PSOL) votam em São Paulo

Depois de registrar seu voto na urna eletrônica, Meirelles fez o sinal de vitória e disse que isso representava a confiança no povo brasileiro e na democracia.

Acompanhado da mulher Natália Szermeta e das filhas, Boulos foi recebido na entrada da PUC São Paulo por correligionários e apoiadores.


11h01 – Votação no exterior é encerrada em 18 países

De acordo com boletim do TSE, a votação já terminou na Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul, China, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Malásia, Hong Kong, Timor Leste, Indonésia, Vietnã, Tailândia, Índia, Nepal, Omã e Emirados Árabes.


10h42 – Juiz Sérgio Moro é aplaudido durante votação em Curitiba

O juiz federal entrou discretamente pela entrada principal e esperou três pessoas votarem antes dele. 

Seis dias da votação, Moro tornou público o primeiro termo da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci que atinge o PT. Usada pelos adversários para atacar o candidato petista Fernando Haddad, o ato de Moro resultou em uma reclamação do partido ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que terá que responder nos próximos dias.


10h40 – Perfil oficial de Lula no Twitter se manifesta


10h14 – Em Fortaleza, Ciro Gomes vota ao lado da neta

Em 3º nas pesquisas, candidato se disse confiante de que irá ao 2º turno. Ontem à noite, Ciro encerrou a campanha em uma caminhada na cidade Sobral, reduto eleitoral de sua família e atualmente administrada atualmente por seu irmão, Ivo Gomes. 


10h03 – Tudo o que você precisa saber sobre o voto nas eleições 2018

Segundo TSE, mais de 147 milhões de brasileiros estão aptos a votar nas eleições deste domingo.  Veja aqui um guia completo com todas as informações que o eleitor precisa saber para votar.


9h50 – Haddad toma café em São Bernardo do Campo e volta à SP para votar

O candidato à presidência do PT, Fernando Haddad manifestou confiança de que terá “um grande segundo turno”. “O segundo turno é bom para o Brasil”, disse Haddad, “você tem mais tempo para comparar projetos“, continuou.


9:41 – Bolsonaro vota no Rio de Janeiro

Candidato à presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro disse que pretende participar dos debates no 2º turno “Estou com muita fé, esperança, trabalhei muito para isso”, disse o político. 


9:15 — Como a Justiça Eleitoral vai receber e apurar votos de 150 milhões de pessoas

Brasileiros votam hoje para presidente, governadores, 54 senadores, 513 deputados federais, 1.035 deputados estaduais e 24 deputados distritais. Veja os detalhes da mega-operação montada pela Justiça Eleitoral.


8:30 — Ibope e Datafolha apontam 2º turno entre Bolsonaro e Haddad

As últimas pesquisas do Datafolha e do Ibope, divulgadas no sábado, sinalizam crescimento de Bolsonaro, mas indicam que provavelmente haverá um segundo turno na eleição para presidente. Confira: