Anvisa determina interdição de lote de tintura para cabelo

Agência interditou cautelarmente por 90 dias lote de tintura Creme Beauty Color

Brasília - <span>A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (<strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/anvisa">Anvisa</a></strong>) interditou cautelarmente, pelo prazo de 90 dias, o lote nº 130039804, com validade até fevereiro de 2016, do produto Tintura Creme Beauty Color, produzido pela empresa Bonyplus Indústria e Comércio Importação e Exportação de <strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/cosmeticos">Cosméticos</a></strong> Ltda.</span></p>

O lote foi interditado por causa dos resultados insatisfatórios nos ensaios de análise de rotulagem e teor de peróxido de hidrogênio, de acordo com laudo emitido pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz.

Segundo a Anvisa, a interdição cautelar é uma medida preventiva e temporária, adotada em caso de violação da legislação sanitária ou de risco iminente à saúde, como nos casos de suspeita de desvios de qualidade que podem trazer danos à população.

A interdição do produto dura o tempo necessário à realização de testes, provas, análises ou outras providências requeridas, não podendo exceder o prazo de 90 dias.

A resolução foi publicada na edição de hoje (17) do Diário Oficial da União.