Anabolizante é vendido na internet sem receita médica

Medicamentos são comercializados em lojas virtuais bem estruturadas que oferecem serviço de atendimento e frete grátis

São Paulo – O comércio ilegal de esteroides anabolizantes se profissionalizou na internet. Essas substâncias, que só deveriam ser vendidas com receita médica, antigamente eram anunciadas apenas em blogs, perfis em redes sociais e sites de classificados. Agora, os medicamentos são comercializados em lojas virtuais bem estruturadas que oferecem serviço de atendimento para esclarecer dúvidas sobre os produtos, frete grátis para todo o País, entrega pelos Correios ou por motoboy em embalagem “discreta”, parcelamento em até 18 vezes no cartão de crédito e, até mesmo, vale-presente.

A venda livre na internet de esteroides anabolizantes é ilegal e proibida, mas a reportagem conseguiu finalizar pedidos na web sem dificuldades ou exigências. Hormônios não podem ser comercializados sem receita. Eles são usados, na medicina, para tratar distúrbios endocrinológicos, em pequenas doses. “Nunca devem ser utilizados com finalidade estética ou para melhorar a performance esportiva”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE), Jomar Souza. “Os mais utilizados são derivados sintéticos da testosterona”, completa.

Em uma busca simples pela internet, a reportagem do Jornal da Tarde encontrou cinco lojas bem estruturadas que vendem os esteroides. Todas elas têm sistema de cadastro para efetuar compras e facilidades semelhantes às das lojas virtuais regularizadas. São oferecidos ali, além dos esteroides anabolizantes, outros remédios controlados, como estimulantes sexuais. As informações são do Jornal da Tarde.