Amorim avalia como “bem-sucedidas” ações para conter greve

O ministro lembrou que no caso do Rio não chegou a haver uma "ação efetiva" das tropas, mas que só a perspectiva de ação fez com que o movimento grevista perdesse força

Brasília – O ministro da Defesa, Celso Amorim, avaliou como bem-sucedidas as ações das Forças Armadas na Bahia e no Rio de Janeiro, para conter os movimentos grevistas que antecederam o carnaval. “Acho que as ações vêm sendo bem-sucedidas. Pode-se apontar um percalcinho aqui, outro ali, mas nos dois estados – Bahia e Rio de Janeiro – teremos carnaval tranquilo.”

Ele lembrou que no caso do Rio de Janeiro, não chegou a haver uma “ação efetiva” das tropas, mas que só a perspectiva de ação fez com que o movimento grevista perdesse força. “No caso do Rio de Janeiro não houve ação, mas só a disposição da ação, eu acho que contribuiu para que tivéssemos um [pré-]carnaval tranquilo”, destacou.

Na Bahia, aproximadamente 1,5 mil militares atuaram no cerco à Assembleia Legislativa, ocupada pelos grevistas. Além disso, um contingente ainda continua no estado auxiliando no patrulhamento da capital. Mesmo diante do fim da greve, anunciado no final de semana, Amorim, evitou falar sobre o retorno da tropa. Disse apenas que o estado ainda está passando por uma “fase de transição”.

Amorim disse que o uso da tropa deverá ocorrer nos casos em que o governo achar necessário. “As Forças Armadas estarão prontas a atuar em determinadas situações, por greve ou por outro motivo, sempre dentro de uma visão geral de respeito à Constituição”, destacou.