Álvaro Dias: Parente é a primeira vítima da greve no governo

Pré-candidato observou que o mercado financeiro fechou hoje "em dia de tensão", em referência à queda nas ações da Petrobras

Em um tuíte, o pré-candidato à Presidência da República Alvaro Dias (Podemos) disse que Pedro Parente foi a primeira “vítima” da greve dos caminhoneiros no governo.

“A greve dos caminhoneiros fez a primeira vítima no governo: o presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão”, diz texto assinado pela equipe de Alvaro Dias em sua conta no Twitter. Em outra publicação, o presidenciável observou que o mercado financeiro fechou hoje “em dia de tensão”. As ações da Petrobras caíram, nesta sexta-feira, 14,86% (PN) e 14,92% (ON).