Alunos de medicina do país farão prova para quem é de fora

Prova para médicos formados no exterior interessados em atuar no Brasil será feita por alunos que cursam o último ano de medicina no país em 2013

São Paulo – O Inep, órgão vinculado ao Ministério da Educação, vai submeter um grupo de alunos brasileiros do último ano de medicina ao Revalida – exame obrigatório para médicos formados no exterior interessados em atuar no país. Os estudantes farão a prova junto com os estrangeiros ainda em 2013, a fim de identificar pontos da avaliação que possam ser aprimorados pelo Governo Federal para a edição do ano que vem.

De acordo com o Inep, a medida não está relacionada aos altos índices de reprovação, em torno de 90% que o exame tem registrado desde sua implantação, em 2011.

Por meio de sua assessoria, o Inep afirmou que se trata de um procedimento de rotina realizado com outras provas do Ministério da Educação – como o Enem e o Enade. Entretanto, eles não souberam precisar se o chamado “pré-teste” se tornará regular nem quais alunos ou instituições serão submetidos à avaliação. 

O Revalida virou assunto após a presidente Dilma anunciar a intenção de importar médicos estrangeiros para suprir a carência de profissionais em diversas regiões do país. Associações da categoria exigiram que eles passassem pelo Revalida, o que não foi aceito pelo governo.A justificativa apontada foi de que, caso passassem na prova, o governo não teria respaldo legal para obrigar os médicos a se fixar por até três anos em áreas do interior.

Há um mês, o ministro da saúde Alexandre Padilha já havia informado que o Governo Federal pretendia usar estudantes brasileiros para calibrar o Revalida. No começo de julho, médicos realizaram atos públicos contra a entrada no país de profissionais formados no exterior.

Estatísticas do Revalida

Em 2012, ninguém da Ásia, África ou América do Norte foi aprovado no Revalida:

Nacionalidade Inscritos Aprovados Percentual de aprovação
Brasil 560 42 7,5
Bolívia 156 10 6,41
Peru 39 5 12,82
Colômbia 30 3 10
Argentina 10 2 20
Cuba 16 4 25
Venezuela 11 3 27,27
América Latina (diversos) 38 4 10,53
Europa (diversos) 20 4 20
Ásia (diversos) 1 0 0
África (diversos) 2 0 0
América do Norte 1 0 0

No ano anterior, a Bolívia foi o país com o menor percentual de aprovação:

Nacionalidade Inscritos Aprovados Percentual de aprovação
Brasil 393 31 7,89
Bolívia 119 4 3,36
Peru 46 3 6,52
Colômbia 22 6 27,27
Argentina 20 6 30
Cuba 16 3 18,75
Venezuela 7 3 42,86
América Latina (diversos) 35 6 17,14
Europa (diversos) 13 2 15,38
Ásia (diversos) 3 0 0
África (diversos) 2 1 50
América do Norte 1 0 0

O Inep fornece ainda dados relativos aos estudantes brasileiros formados no exterior que prestaram o Revalida em 2011 e 2012:

País Inscritos em 2011 Aprovados em 2011 Inscritos em 2012 Aprovados em 2012
Argentina 35 6 58 13
Bolívia 180 9 244 5
Cuba 115 12 141 12
Espanha 14 0 25 5
Outros 49 4 92 7
Total 393 31 560 42