Alerj decide que antes de andar de patinete no Rio é preciso fazer prova

Usuário de patinete que não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deverá fazer uma prova online do departamento estadual de trânsito

Rio de Janeiro — Um nova regra para uso da patinete elétrica no Rio de Janeiro foi aprovada, nesta quinta-feira (13), pela assembleia de deputados (Alerj) e que pode tornar a vida das empresas e dos usuários ainda mais difícil.

Os parlamentares votaram favoravelmente a um novo projeto de lei que obriga o usuário de patinete que não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a fazer uma prova online do departamento estadual de trânsito.

 

Segundo o projeto, que será enviado para sanção do governador Wilson Witzel, usuário da patinete elétrica terá que demonstrar que tem conhecimentos básicos das regras de trânsito. O texto também proíbe o uso das patinetes em vias expressas, estradas e rodovias.

Nesta semana, a Alerj aprovou outro projeto, que exige o fornecimento de seguro e capacete aos usuários de patinete. Além disso, só será possível trafegar nas ciclovias e ciclofaixas numa velocidade de até 20 quilômetros por hora. O descumprimento implicará em multa de cerca de 170 reais.