“Tem meu desprezo”, diz Alcolumbre sobre declaração de Carlos Bolsonaro

Vereador publicou uma mensagem dizendo que "a transformação que o Brasil quer" não acontecerá na velocidade almejada por "vias democráticas"

Brasília — O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reagiu ao comentário do vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, sobre a democracia no Brasil.

O vereador publicou uma mensagem no Twitter dizendo que “a transformação que o Brasil quer” não acontecerá na velocidade almejada por “vias democráticas”.

Alcolumbre rebateu a publicação afirmando que a democracia está fortalecida no Brasil e manifestou “desprezo” por comentários no sentido contrário.

“No Senado, o Parlamento brasileiro, a democracia está fortalecida, as instituições estão todas pujantes, trabalhando a favor do Brasil. Então, uma manifestação ou outra em relação a esse enfraquecimento tem da minha parte o meu desprezo”, disse Alcolumbre quando perguntado sobre o comentário de Carlos.

O presidente do Senado ressaltou que confia na democracia e nas instituições. Ele destacou que está cumprindo um papel para dar “estabilidade” ao país.

Críticas

A publicação de Carlos foi alvo de críticas por ser considerada amplamente autoritária. Nas redes sociais, partidos políticos, parlamentares e figuras públicas reagiram negativamente à postagem.

Já o PSDB escreveu que “a democracia é a única opção possível” para o Brasil.

Essa não é a primeira vez que a família Bolsonaro tece declarações do tipo. Desde as eleições do ano passado, Carlos já se envolveu em diversas polêmicas. Uma delas foi a demissão do ex-ministro da Secretaria Geral, Gustavo Bebianno.