Não há previsão de aumento da tarifa do metrô, diz Alckmin

O candidato à reeleição ao governo de São Paulo fez questão de ressaltar seu "compromisso com transporte de alta capacidade e qualidade para a população"

São Paulo – Candidato à reeleição ao governo de São Paulo pelo PSDB, o governador Geraldo Alckmin afirmou que um futuro aumento na tarifa de trem e metrô no estado dependerá da taxa de inflação no país.

Na primeira entrevista da série “Entrevistas Estadão”, Alckmin foi questionado sobre futuros aumentos na tarifa que desencadeou os protestos de junho de 2013.

“Não há nenhuma previsão de aumento”, respondeu.

Quando o interlocutor insistiu em saber se a previsão se estendia para 2015, ano pós-eleitoral, o governador não se comprometeu.

“Não posso garantir que não vai ter mais. Depende da inflação”.

Em sua resposta, Alckmin fez questão de ressaltar seu “compromisso com transporte de alta capacidade e qualidade para a população” e enumerou investimentos no setor ao longo dos últimos governos tucanos no Estado.