Alckmin evita imprensa na inauguração de fábrica da Mercedes

Após o fim dos discursos, Alckmin foi abordado pelos jornalistas, pediu "uns minutinhos" e se dirigiu a uma sala onde foi proibido o acesso da imprensa

Iracemápolis – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), deixou a cerimônia de inauguração da fábrica da Mercedes-Benz, nesta quarta-feira, 23, em Iracemápolis (SP), sem atender a imprensa.

Após o fim dos discursos protocolares, Alckmin foi abordado pelos jornalistas, pediu “uns minutinhos” e se dirigiu a uma sala onde foi proibido o acesso da imprensa. Deixou o local por uma porta lateral.

Em seu discurso, o governador elogiou a iniciativa da companhia de origem alemã em construir uma unidade fabril no País e disse que “o Brasil precisa de desenvolvimento, investimento, emprego e renda”.

“Não há paz verdadeira sem emprego e oportunidades de trabalho, com as pessoas realizando sua vocação de servir ao próximo”, concluiu o governador tucano.