Alckmin, Ana Amélia e um dilema: para onde mirar campanha?

Ana Amélia afirmou que não tem intenção de ser uma "vice decorativa" e que trabalhará ativamente para a eleição de Alckmin

A dois meses das eleições, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), planeja acelerar sua campanha a partir desta sexta-feira. Alckmin se reúne com sua vice, Ana Amélia Lemos (PP) para definir a agenda de viagens conjuntas da chapa. Estrategistas tucanos ainda não definiram se o melhor plano para a dupla é apostar em eventos em conjunto, ou dividir forças.

Também não está claro se o melhor caminho é focar no Nordeste, região onde historicamente o PSDB tem menos votos, ou no Sul e no Sudeste, onde Alckmin sofre forte competição de candidatos como Jair Bolsonaro (PSL) e Alvaro Dias (Podemos). A ligação de Ana Amélia com o agronegócio também pode permitir uma agenda mais intensa no Centro-Oeste, onde disputaria holofotes com a vice de Ciro Gomes (PDT), a senadora Kátia Abreu.

No Sul, a disputa tende a ser acirrada, já que o Rio Grande do Sul tem quatro vices na disputa. Além de Ana Amélia estão Hamílton Mourão (Bolsonaro), Germano Rigotto (Henrique Meirelles) e Manuela D’Ávila (tida como provável vice do provável candidato petista Fernando Haddad).

Ana Amélia afirmou que não tem intenção de ser uma “vice decorativa” e que trabalhará ativamente para a eleição de Alckmin. O trabalho será árduo. A última pesquisa CNT/MDA, apresentada esta semana, mostrou Alckmin com 15% das intenções de voto em São Paulo, estado que governo quatro vezes, ante 18,9% das intenções de Bolsonaro.

No debate realizado na noite desta quinta-feira pela TV Bandeirantes Alckmin foi um dos alvos preferidos de seus adversários, que tentaram mostrá-lo como o candidato da velha política, por conta de sua ampla coligação com os partidos do Centrão. Alckmin afirmou que pretende “trabalhar com os melhores quadros, não importando sua filiação partidária” e citou Ana Amélia. A partir desta sexta-feira ele põe o pé na estrada para tentar convencer os eleitores.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcia Candido

    Gostei muito de saber que Alckmin escolheu Ana Amélia para compor sua chapa. Ana é uma mulher ética e vai agregar demais ao governo.

  2. #GeraldoPresidente e Ana Amelia são os mais preparados para assumir o Brasil!

  3. Bruno Santana

    Ana Amélia é um ótimo nome para vice, Alckmin é o candidato mais preparado e os dois juntos vão fazer um ótimo trabalho pelo nosso país!