Água turva distribuída no RJ não causa prejuízo à saúde, diz companhia

Moradores do Rio reclamam da cor e do gosto da água distribuída. Presidente da Cedae pede desculpas e diz que questão será solucionada até a próxima semana

São Paulo – A Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) afirmou nesta quarta-feira (15) que a água que chega à casa da população fluminense não oferece riscos à saúde.

Em coletiva de imprensa, dirigentes da companhia confirmaram que uma substância chamada geosmina, produzida por algas, tem causado alterações na cor e no cheiro da água. Ainda assim, voltaram a alegar que as interferências não comprometem a saúde dos consumidores. “Não existe risco em função do gosto da água que estamos observando”, garantiu o gerente de controle de qualidade da água, Sérgio Marques.

A companhia informou ainda que a água voltará ao normal na próxima semana. Isso porque a empresa comprou carvão ativado – que tem um papel fundamental na purificação da água.

A Cedae afirmou, no entanto, que os reservatórios residenciais ainda podem ficar com a presença da substância por “bastante tempo”, mesmo depois da solução do problema no reservatório. A limpeza total, segundo a companhia, vai depender do consumo das caixas d’água de cada residência.

O presidente da Cedae, Hélio Cabral, chegou a pedir desculpas à população pelos transtornos e informou que R$ 713 milhões serão investidos na empresa até 2022. “Apesar de Guandu [Estação de Tratamento de Água] estar produzindo água de qualidade, a gente entendeu que precisava fazer uma modernização. Em dois ou três anos teremos um Guandu moderno e atualizado”, explicou.

Desde o início do mês, moradores de vários bairros da capital e da Baixada Fluminense vêm reclamando da cor turva, do cheiro e do gosto diferenciados da água distribuída à população.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) chegou a fazer vistoria nas instalações da Cedae, em Nova Iguaçu, para verificar as condições dos equipamentos e a qualidade do tratamento da água da estação que funciona no Rio Guandu.