AGU cobra R$ 21 milhões de importadores argentinos

Recurso garantido pelo Seguro de Crédito à Exportação envolve vendas de ônibus e peças de veículos por parte das empresas brasileiras

A Advocacia-geral da União (AGU) entrou com cinco ações na Justiça da Argentina cobrando R$ 21 milhões pagos pelo Brasil a empresas exportadoras brasileiras a título de Seguro de Crédito à Exportação (SCE). Em cada um desses casos, as empresas compradoras na Argentina não honraram com seus compromissos com as exportadoras brasileiras.

Empresas brasileiras, como a Marcopolo, Volvo do Brasil e Scania Latin America, contrataram o SCE, para ter garantido o pagamento em caso de calote do comprador. O SCE é um programa gerenciado pela Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, que tem como objetivo apoiar e encorajar as exportações nacionais. O programa prevê a possibilidade de o Brasil cobrar os créditos das empresas estrangeiras inadimplentes.

As ações envolvem exportações de ônibus e peças de veículos por parte das empresas brasileiras. O processo está sendo acompanhado por um escritório de advocacia da Argentina, contratado pela AGU para representar o Brasil. Segundo a AGU, outros processos semelhantes podem ser movidos em breve.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s