Aécio já traça estratégia para período de pré-campanha

Em maio do ano que vem, o tucano, que governou Minas por dois mandatos, deverá ser eleito o novo presidente nacional do PSDB

Brasília – Lançado na segunda-feira (34) pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e pelo presidente do PSDB, Sérgio Guerra, à disputa pela cadeira de Dilma Rousseff em 2014, o senador mineiro Aécio Neves já traçou a estratégia de atuação no período que antecederá a sucessão presidencial.

Em maio do ano que vem, Aécio, que governou Minas por dois mandatos, deverá ser eleito o novo presidente nacional do PSDB, substituindo Guerra, deputado federal que é um dos principais entusiastas de sua candidatura ao Planalto daqui a dois anos.

A partir daí, o senador mineiro pretende percorrer o País e montar um programa com cinco temas de grande apelo popular: ética na política, segurança, saúde, educação e desenvolvimento.

Assim como fez no momento em que foi lançado ao Palácio do Planalto em evento de prefeitos eleitos do PSDB realizado em Brasília, Aécio afirmou nesta terça-feira (4) ao Estado que, em sua opinião, o trabalho pela candidatura só deverá começar em 2014. “Antes é preciso organizar o PSDB. É preciso encontrar uma linguagem que possa ser entendida pela população. É preciso ouvir todos, em todos os locais, para depois montar um programa de governo. Acho que nesse momento essa é a prioridade”, afirmou.

Ele voltou a usar a frase segundo a qual a candidatura só será concretizada no “amanhecer de 2014”. O lançamento de anteontem, porém, foi combinado previamente entre Aécio, Fernando Henrique e Sérgio Guerra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.