Aécio diz querer companhia do PSB no governo

Em discurso na reunião da Executiva do PSB, Aécio fez questão de lembrar o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos

Brasília – Ao receber nesta quarta-feira o apoio do PSB, o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, disse que quer a companhia do partido não só agora no segundo turno da disputa eleitoral, mas também nos quatro anos de governo caso seja eleito.

Em discurso na reunião da Executiva do PSB que selou o apoio a sua candidatura, Aécio fez questão de lembrar o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo em agosto quando era o candidato da legenda ao Palácio do Planalto.

“Não vamos desistir do Brasil”, disse Aécio ao terminar seu discurso, repetindo a frase que foi celebrizada por Campos na véspera de sua morte e que foi usada na campanha por Marina Silva, que substituiu Campos como candidata do PSB e que não participou da reunião do PSB desta quarta-feira.