Aécio diz que pretende voltar à campanha de Serra

Senador eleito em MG, ele disse que, após assimilar a perda de seu pai, falecido no domingo (3/10), estará à disposição de Serra

Belo Horizonte – O senador eleito por Minas Gerais Aécio Neves (PSDB) afirmou hoje que pretende se dedicar à campanha do candidato do partido à Presidência, José Serra. No velório do pai, Aécio Ferreira da Cunha, falecido ontem, vítima de insuficiência hepática, o ex-governador de Minas disse que precisa de uns dias para assimilar a perda, mas depois estará “absolutamente à disposição” de Serra.

“Conversei ontem com o governador Serra, que está naturalmente muito animado. Vamos agora reorganizar nossas forças políticas. Me coloquei absolutamente à disposição dele para atuar da forma que ele achar mais adequada. O governador Anastasia da mesma forma. Estamos à disposição para trabalharmos em Minas ou onde ele achar necessário para ajudá-lo a chegar à vitória”, disse.

Aécio contou que ainda no domingo recebeu um telefonema de condolências do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, para ele, foi uma “demonstração de amizade e afeto”. Na manhã de hoje, o senador eleito e a família receberam cumprimentos no velório, no salão nobre da Assembleia Legislativa de Minas, do vice-presidente José Alencar (PRB), do ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT), derrotado na disputa por uma vaga ao Senado, do prefeito da capital, Marcio Lacerda (PSB), do presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Robson Andrade, e de outras personalidades.

Ainda estavam previstas as presenças de Serra, do governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, do atual governador Alberto Goldman e do chefe do Executivo do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB).

Leia mais notícias sobre José Serra

Siga as notícias do site EXAME sobre as Eleições 2010 no Twitter