Advogados de Dilma, Lula, Temer e Aécio articulam manifesto

De acordo com a coluna Painel, publicada neste domingo pelo jornal Folha de S. Paulo, as discussões teriam acontecido em um grupo de WhatsApp

São Paulo – Os advogados do presidente Michel Temer (PMDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) estariam articulando o lançamento de um manifesto para questionar a atuação da Justiça e do Ministério Público (MP).

De acordo com a coluna Painel, publicada neste domingo pelo jornal Folha de S. Paulo, as discussões teriam acontecido em um grupo de WhatsApp intitulado “Prerrogativas”.

O texto, segundo o jornal, tem como objetivo o fim do que chamam de “Estado de exceção” e a “retomada do protagonismo da advocacia”. O “pai do manifesto” dos criminalistas seria o ex-presidente Lula.

Vale lembrar que todos os políticos foram citados na Operação Lava Jato e implicados na delação de Joesley e Welsey Batista.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Valmor Fernando

    DITADORES BEIRAM O RIDICULO…..QUESTIONAM A JUSTIÇA……..MENOS ADVOGADOS….MENOS….CABA AO POVO AGORA FAZÈR JUSTIÇA…..2018….FAXINA GERAL…..

  2. Michel Ariano

    Pessoal um site chamado enquetesbr esta realizando 3 pesquisas em forma de enquetes, em todas esta dando Bolsonaro, será que vamos ter ele como presidente em 2018? confiram no link http://enquetesbr.click

  3. Um manifesto de bandidos?