Advogado entrará com habeas corpus para tentar soltar Garotinho

Garotinho é acusado de crime eleitoral, investigado na Operação Chequinho da PF de Campos, no norte fluminense

Rio – O advogado Fernando Fernandes entrará com habeas corpus para tentar liberar o ex-governador Anthony Garotinho da prisão, considerada arbitrária, segundo o defensor.

O ex-governador do Rio foi preso pela Polícia Federal de Campos de Goytacazes (RJ) na manhã desta quarta-feira, 16, em seu apartamento no Flamengo, na zona sul da capital fluminense.

 

Garotinho é acusado de crime eleitoral, investigado na Operação Chequinho da PF de Campos, no norte fluminense. A operação investiga o uso eleitoral do programa Cheque Cidadão.

Oficialmente, a Polícia Federal ainda não confirmou a prisão. Já o advogado do ex-governador informou que vai liberar comunicado oficial sobre o habeas corpus na tarde desta quarta-feira.

Veja também