Adiamento do leilão da linha 15/Metrô atende a pedidos de empresas

Secretaria do Estado explica que as empresas interessadas no certame diziam precisar de mais tempo para preparar a documentação exigida na licitação

São Paulo – A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) informou que a postergação do leilão da Linha 15-Prata da rede metroviária paulista atende a pedidos de empresas nacionais e internacionais interessadas em participar da concorrência.

Em nota enviada ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, o órgão explica que as empresas diziam precisar de mais tempo para preparar a documentação exigida na licitação.

Conforme noticiado mais cedo, o certame do monotrilho da Linha 15 foi novamente adiado. Conforme publicado na edição do Diário Oficial do Estado de São Paulo do último sábado, o recebimento e a abertura dos envelopes, que estavam marcados para o dia 31 de julho, ocorrerão em 22 de novembro na sede da B3, em São Paulo.

Essa é a segunda vez que a sessão pública é prorrogada em menos de um mês. Em meados de junho, a STM informou que o leilão – antes marcado para 26 de junho – atrasaria em cerca de um mês. A justificativa dada foi o volume de questionamentos em relação ao edital feitos pelas empresas interessadas na concorrência.