Acidente para embarque de grãos no complexo de Santos

Segundo informações do porto de Santos, o acidente não atrapalha o movimento de mercadorias em outras áreas

São Paulo –  Um navio colidiu com o equipamento de carregamento de grãos no complexo portuário de Santos, na noite de segunda-feira, interrompendo os embarques temporariamente no principal ponto de exportação de soja e milho do Brasil, segundo autoridades portuárias.

O graneleiro Milagro, de bandeira maltesa, colidiu e danificou dois dos quatro carregadores do terminal de grãos do Guarujá (TGG), no complexo do maior porto da América Latina, disse a autoridade portuária por meio de um porta-voz.

A assessoria de imprensa do TGG disse que um carregador foi “totalmente destruído” e que a companhia está tentando retomar a movimentação de cargas no local.

O TGG representa cerca de metade das exportações de soja do porto, além de embarcar farelo de soja e milho.

As autoridades não deram um prazo para a retomada das operações, nem falaram sobre o tempo que levará para a substituição do equipamento danificado.

Segundo informações do porto de Santos, o acidente não atrapalha o movimento de mercadorias em outras áreas.

O acidente ocorre no momento em que a colheita da nova safra de soja do Brasil, segundo produtor global, está em seu início. O país deverá colher cerca de 70 milhões de toneladas, abaixo do recorde de 75 milhões do ano passado, por conta de uma seca no Sul.

Mas a safra de milho está estimada para ser recorde, de cerca de 60 milhões de toneladas, com um aumento grande do plantio.