A República Popular da China não gostou desta viagem de Bolsonaro

Em carta, embaixada da China viu visita do deputado à ilha asiática com "indignação"

São Paulo – Segundo o ex-prefeito do Rio de Janeiro (RJ), César Maia, a República Popular da China não gostou  de uma viagem do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) para Taiwan no início de março. Maia postou nesta quinta-feira (8) em seu perfil no Twitter uma carta da embaixada chinesa no Brasil criticando a visita.

No texto, enviado à Executiva Nacional dos Democratas, a embaixada afirma que a visita do deputado ao território asiático viola o “Princípio de Uma Só China, consenso amplo da comunidade internacional e política explicitamente defendida pelo governo e Congresso”. Além de Bolsonaro, também estavam na comitiva seus filhos Eduardo (deputado federal), Flávio (deputado estadual do Rio) e Carlos (vereador), e o deputado Ônix Lorenzoni (DEM-RS). 

A embaixada ainda afirma que encara a viagem com  “profunda preocupação e indignação”. Segundo o texto, a visita é uma “afronta a soberania e integridade territorial da China” e “causa eventuais turbulências na Parceria Estratégica Global China-Brasil, na qual o intercâmbio partidário exerce um papel imprescindível”.

A relação da China com Taiwan é marcada por tensões desde o fim da Segunda Guerra Mundial, quando o partidos Comunista e Nacionalista entraram em guerra na China. Derrotados por Mao Tsé-Tung, os nacionalistas fugiram para Taiwan e fundaram uma república. A movimentação, contudo, até hoje não foi reconhecida pelo governo chinês, que ainda considera Taiwan como parte de seu território.

Durante a visita à ilha asiática, Bolsonaro se encontrou com membros do governo taiwanes — daí a indignação dos chineses. O parlamentar, que se filiou ao PSL nesta semana, está em segundo nas pesquisas de intenção de voto para presidente em outubro de 2018.

Vale lembrar que, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara e filho de César Maia, é um provável rival para Bolsonaro no pleito de outubro. Nesta semana, ele foi lançado como pré-candidato do Democratas para a Presidência da República.

 

Veja também

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ubirajara Pereira Alves

    Coxinha não é bem-vindo em lugar nenhum.

  2. ViP Berbigao

    Típico deslumbrado. Vai f. ainda mais o país com idéias trumpianas… kkkk

  3. Ismael Pizzi

    Vc imagine os mortadelas… Rsrsrs

  4. Ismael Pizzi

    Vc imagine os mortadelas… Rsrsrs

  5. Jonathan Oliveira

    Que isso?! Quem não lê a reportagem por completo, entende que os chineses não gostaram da visita do Bolsonaro a China, quando na verdade os chineses, por questões politicas, não gostaram dele ter visitado Taiwan! Pô, isso que é vontade de *ude com alguém hein!

  6. ViP Berbigao

    kkk… tu não conhece 10% da missa q esses da foto rezam. Dexadecêbesta istepo! kkk

  7. Esse sujeito não representa o verdadeiro Brasil, só uma meia dúzia de revoltados online.

  8. Rildo Oliveira

    Ele me representa e, em breve, representará a todos os brasileiros. #Bolsonaro2018

  9. Rildo Oliveira

    #Bolsonaro2018

  10. Rildo Oliveira

    #Bolsonaro2018

  11. Diorgenes Willian

    Bolsonaro presidente do Brasil!

  12. Diorgenes Willian

    Meia duzia? Não! Ele representa o povo que já está cansado da esquerda destruir este país!

  13. bolsonaro 2018 ele me representa

  14. @Ubirajara Pereira Alves Acho que faltou ler o texto parceiro, Bolsonaro que escolheu não visitar a China, e o que portanto, tal posicionamento, gerou a critica da China a Bolsonaro. Recomendo ler pelo menos 1 livro por ano, para aprender a interpretar o mínimo de um texto simples.

  15. @Ubirajara Pereira Alves Acho que faltou ler o texto parceiro, Bolsonaro que escolheu não visitar a China, e o que portanto, tal posicionamento, gerou a critica da China a Bolsonaro. Recomendo ler pelo menos 1 livro por ano, para aprender a interpretar o mínimo de um texto simples.

  16. @Anna Lang Vai acreditando nessa, terás uma surpresa que nem do Trump nos EUA. Atualmente, vejo muito mais pessoas falando positivamente de Bolsonaro, de que qualquer outro político, tanto no trabalho, escola e online. Os que falam mal, geralmente não tem acesso a informação e nem TV.