Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Separatistas catalães no Parlamento Europeu; A pior década desde 1900; Mineração em terras indígenas?

A pior década desde 1900

A economia brasileira acaba de sair da sua pior década de crescimento desde 1900. O cálculo foi feito por Roberto Macedo, professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP), que já foi ex-secretário de Política Econômica e presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo o economista, a variação média do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil entre os anos de 2010 e 2019 foi de 1,39%. É a menor taxa das últimas 12 décadas, puxada para baixo por dois anos de recessão (2015 e 2016) e uma recuperação tímida desde então. Na década anterior, iniciada em 2000 e finalizada em 2009, a taxa média de crescimento foi dois pontos percentuais mais alta, de 3,39%.

Diesel e gasolina 3% mais baratos

A Petrobras reduzirá o preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 3% a partir de terça-feira, informou a companhia à agência Reuters. A petroleira tem evitado repassar a volatilidade dos preços globais do petróleo ao mercado doméstico – no início deste ano, ela optou por não aplicar de imediato reajustes em suas refinarias na sequência de um ataque norte-americano que matou um importante general iraniano no Iraque e gerou tensão geopolítica que preocupou o mercado de petróleo. Após um salto inicial e uma nova alta após um contra-ataque do Irã que mirou bases dos EUA no Iraque, os valores do Brent, referência internacional do petróleo, fecharam em queda de 5,3% na semana passada, em patamares inferiores aos registrados antes do início das tensões no Oriente Médio.

Ghosn processa Renault por aposentadoria

O brasileiro Carlos Ghosn entrou com uma ação contra a Renault na França para reivindicar o pagamento da aposentadoria da montadora francesa da qual era CEO, cargo do qual foi forçado a renunciar após sua prisão no Japão em novembro de 2018. Em entrevista divulgada nesta segunda-feira, Ghosn justifica o procedimento perante o Tribunal do Trabalho, alegando não ter renunciado formalmente como “número um” da Renault. O ex-executivo escreveu em meados de dezembro para a Autoridade de Mercados Financeiros da França (AMF) pois, em sua opinião, a comunicação financeira da Renault sobre sua saída estava errada. “Minha demissão da Renault é uma farsa”, disse o brasileiro ao jornal “Le Figaro”.

Boeing sob nova direção

Depois de uma semana regada de polêmicas com a Administração Federal de Aviação (FAA) norte-americana, a Boeing trocou a presidência da companhia a nesta segunda-feira. O anúncio, que foi feito ainda no final de dezembro, é uma tentativa da gigante aérea de restaurar a confiança em sua aeronave 373 Max após dois acidentes que mataram mais de 300 pessoas. Dennis A. Muilenburg, atual CEO da Boeing e diretor do conselheiro de administração da companhia, deixará ambos os cargos e será substituído por David L. Calhoun, atual presidente do conselho de administração. De acordo com comunicado divulgado pela Boeing, a nova liderança deve trazer um comprometimento renovado em transparência além de tentar retomar as operações com o 737 Max. Na semana passada, a Boeing foi multada em 5,4 bilhões de dólares pelo governo dos Estados Unidos, que acusa a empresa de omitir informações que colocavam em risco a aeronave 737 Max.

Governo enviará PL da mineração em terras indígenas

O governo Bolsonaro vai encaminhar ao Congresso nas próximas semanas o projeto de lei que permite a mineração em terras indígenas na Amazônia. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que os índios concordam com a regulamentação e que serão compensados financeiramente. “O garimpo ilegal na Amazônia é resultado da falta de uma regulamentação que já está prevista na Constituição brasileira”, afirmou o ministro em entrevista no seu gabinete. “Nada agride mais o meio ambiente do que a atividade ilegal, que existe hoje na região”. Para tentar conter críticas internacionais, o ministro se reuniu na última quinta-feira com embaixadores de 12 países europeus para discutir a mudança. “Há muito desconhecimento fora do Brasil sobre o assunto”, disse.

SP bane plástico descartável

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, sancionou nesta segunda-feira uma a lei que proíbe o fornecimento de copos, pratos e talheres de plástico na cidade. Com a proibição, os itens devem não só deixar de ser oferecidos por bares e restaurantes, como também não estarão mais disponíveis no comércio e em supermercados para uso doméstico. A legislação entra em vigor em 1º de janeiro de 2021. Ainda neste mês, a prefeitura deve regulamentar a lei aprovada em junho do ano passado que proíbe o fornecimento de canudos plásticos na capital paulista. A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) também aprovou uma legislação semelhante abrangendo todo o estado.

‘Democracia em Vertigem’ no Oscar

O documentário brasileiro “Democracia em vertigem”, que mostra o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e a crise política no Brasil, foi um dos indicados ao Oscar de melhor documentário nesta segunda-feira. A produção dirigida por Petra Costa e lançada pela Netflix em junho de 2019 vai disputar o prêmio na categoria de documentário com “American factory”, “The cave”, “For Sama” e “Honeyland”. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou hoje a lista dos filmes indicados à 92ª edição do prêmio, que ocorrerá no dia 9 de fevereiro.

“Nações em luto” vão debater ação contra Irã

Cinco nações cujos cidadãos morreram quando um avião de carreira foi abatido pelo Irã na semana passada se reunirão em Londres na quinta-feira para debater uma possível ação legal, disse o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia. Falando nos bastidores de uma visita oficial a Cingapura nesta segunda-feira, Vadym Prystaiko disse que os países também debaterão uma indenização e a investigação do incidente. Todas as 176 pessoas a bordo do voo morreram na queda de quarta-feira, ocorrida minutos depois de o avião decolar de um aeroporto de Teerã. “Criamos este grupo de ministros das Relações Exteriores das nações enlutadas. Em 16 de janeiro, nós nos encontraremos em pessoa em Londres para debater as maneiras, inclusive legais, como levaremos isso adiante, como os processaremos (Irã)”, explicou Prystaiko. No voo abatido por forças iranianas havia 63 canadenses, 82 iranianos, 11 ucranianos (dois passageiros e nove tripulantes), dez suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos.

Separatistas catalães no Parlamento Europeu

Os líderes separatistas catalães Carles Puigdemont e Antoni Comin chegaram ao Parlamento Europeu nesta segunda-feira 13, prometendo colocar o movimento de independência na agenda da Europa.“Este é um dia histórico para nós”, disse Puigdemont a repórteres do lado de fora do Parlamento na cidade francesa de Estrasburgo, ladeada por apoiadores. “Estamos aqui para lembrar às pessoas que a crise catalã não é uma questão interna, é uma questão europeia” Os dois políticos, que vivem em um exílio na Bélgica, são alvo da Justiça da Espanha por seu papel em desafiar os tribunais espanhóis a realizar um referendo em 2017 sobre a independência da região e a breve declaração de secessão que se seguiu. Puigdemont e Comin foram eleitos parlamentares europeus em maio, mas não puderam retornar à Espanha para prestar juramentos e obter credenciais pelo receio de serem presos.