A linha do tempo do caso triplex que levou Lula à prisão

Até amanhã, às 17h, o petista deverá cumprir com a ordem de Moro para se apresentar na PF após ser condenado no caso triplex em julho de 2017

São Paulo — Nesta quinta-feira (6), o juiz federal Sérgio Moro deu prazo até esta sexta-feira, 17h, para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se apresente à Polícia Federal de Curitiba (PR), onde deverá ser preso.

O petista foi condenado por Moro no caso do apartamento triplex no Guarujá, em julho de 2017, por corrupção e lavagem de dinheiro. Em julgamento de recurso no Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4), sua pena foi aumentada para 12 anos e 1 mês de prisão.

No processo, o Ministério Público Federal afirma que Lula, com a participação de Marisa Letícia (que foi sua esposa e está fora do processo desde sua morte, em fevereiro) e outros citados, recebeu, como propina da empreiteira OAS, um apartamento no condomínio Solaris, em Guarujá (SP). Em troca, Lula teria facilitado a assinatura de contratos irregulares da OAS com a Petrobras.

Veja no infográfico a linha do tempo do caso:

Infográfico sobre o caso triplex em que o ex-presidente Lula foi condenado

 (Raphaela Sereno/Site EXAME)