A diversidade de culturas presentes na Rio+20

Nativos de lugares como Canadá e Guatemala, além de religiosos hindus e hare krishnas, mostram a diversidade na conferência das Nações Unidas sobre sustentabilidade

São Paulo – Além de discutir temas como sustentabilidade e preservação do meio ambiente, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) reuniu diversos povos e culturas diferentes.

Vários nativos, procedentes de países da América, da Ásia e da África, organizaram assembleias em um lugar chamado Kari-oca, para discutir reinvindicações que serão entregues à ONU durante os encontros.

No último dia 14 de junho, os indígenas do Brasil organizaram uma "olimpíada verde" com danças e canções típicas de seus povos. Eles também acenderam um "fogo sagrado", simbolizando as atividades dos grupos no evento.

No dia seguinte, houve tiro ao alvo com arcos e flechas. Hoje, dia 18, os índios brasileiros fizeram uma passeata na frente da sede do BNDES, contra as disputas de terras que ameaçam suas reservas que protegem tanto seus povos quanto o meio ambiente.

Representantes das religiões hindu e hare krishna também estiveram presentes no evento, promovendo passeatas pela diversidade cultural na Rio+20.

Clique nas fotos e confira a diversidade cultural e folclórica presente na Rio+20.