9 filmes para se atualizar em 2020 sobre a política brasileira

De "Democracia em Vertigem" a "Auto de Resistência", conheça produções do cinema brasileiro que podem te ajudar a entender o país de hoje

São Paulo — No ano passado, o cinema brasileiro enfrentou diversas dificuldades de financiamento. Isso porque, durante todo o ano, o principal órgão de fomento do audiovisual, a Agência Nacional do Cinema (Ancine), ficou paralisado.

Para 2020, as perspectivas também não são positivas: em setembro último, o presidente Jair Bolsonaro apresentou um projeto de lei que estabelece um corte de 43% do orçamento do Fundo Setorial do Audiovisual, que terá, ao longo deste ano, R$ 415,3 milhões em 2020, menor valor nominal desde 2012.

Apesar das dificuldades e das dúvidas sobre o futuro, as produções audiovisuais brasileiras têm tido cada vez mais reconhecimento internacional.

É o caso de Marighella, longa dirigido por Wagner Moura sobre a trajetória do guerrilheiro brasileiro. Apesar de não ter sido lançado no Brasil, esse filme já foi exibido em pelo menos cinco festivais, entre eles o renomado Festival Internacional de Berlim.

Democracia em Vertigem, documentário de Petra Costa que narra o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, entrou na lista das melhores produções do ano passado do jornal The New York Times. A obra é uma das pré-indicadas para concorrer ao Oscar em 2020.

Mas o que faz esses filmes despontarem com tanta força na cena internacional? Além da relevância histórica do cinema brasileiro, todos falam sobre um campo pouco explorado pelos estrangeiros: o Brasil político de hoje.

“O Brasil despontou no cenário mundial como uma potência e tudo se esfacelou em menos de uma década. No exterior, muita gente não entendeu nada”, escreveu o jornalista Kennedy Alencar, que produziu uma série documental para a BBC World News chamada What Happened to Brazil…, ao explicar o interesse internacional em narrar os últimos anos da política nacional.

Para se atualizar sobre os recentes filmes brasileiros que abordam política de forma documental ou ficcional, EXAME compilou algumas indicações. Veja a seguir:

1. Democracia em vertigem, de Petra Costa (2019)

Neste retrato de um dos períodos mais dramáticos da história do Brasil, o político e o pessoal estão entrelaçados pela narração de Petra Costa. Através de relatos de seu complexo passado familiar e acesso sem precedentes a líderes do passado e do presente – incluindo os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, a cineasta analisa a ascensão e a queda desses governantes e a polarização de uma nação.

2. “O que aconteceu com o Brasil?”, de Kennedy Alencar (2019)

O ambicioso documentário da rede de notícias BBC World News pretende explicar ao espectador estrangeiro o que aconteceu nos últimos cinco anos por aqui. Idealizado por Alencar, veterano da cobertura política, What Happened to Brazil… traça uma linha do tempo das manifestações de junho de 2013 até a eleição de Jair Bolsonaro.

3. O jardim das aflições, de Josias Teófilo (2017)

Este longa explora a vida, a obra e o pensamento filosófico de Olavo de Carvalho, considerado desde as eleições o guru do hoje presidente Jair Bolsonaro. O filme mostra sua rotina de trabalho, com produção de livros políticos e de filosofia e também de peças jornalísticas.

4. Auto de resistência, de Natasha Neri e Lula Carvalho (2018)

O documentário retrata os homicídios praticados pela polícia contra civis, no Rio de Janeiro, em casos registrados como “autos de resistência”. Ele acompanha a trajetória de personagens que lidam com essas mortes em seus cotidianos, desde o momento em que um indivíduo é morto, passando pela investigação da polícia, até as fases de arquivamento ou julgamento por um tribunal do júri.

6. Bacurau, de Kléber Mendonça Filho (2019)

Nesta atual produção de ficção científica brasileira, os moradores de um pequeno povoado do sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade.

Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

6. Excelentíssimos, de Douglas Duarte (2018)

Um registro dos fatos, personagens e articulações por trás da maior crise política do país desde a redemocratização, o filme foi gravado dentro do Congresso Nacional ao longo dos meses em que corria o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

7. Divino amor, de Gabriel Mascaro (2019)

Em um Brasil regido pelas regras evangélicas, Joana, uma escrivã de cartório, usa sua posição no trabalho para salvar casais que chegam para se divorciar. Ela faz de tudo para levar os clientes a participarem de uma terapia religiosa de reconciliação no grupo “Divino Amor”.

Tudo é em nome de um projeto maior para a manutenção da família sagrada dentro da fé e da fidelidade conjugal.

8. Polícia Federal: A lei é para todos, de Marcelo Antunez (2017)

Este filme biográfico retrata a Operação Lava Jato do início do processo até a condução coercitiva do ex-presidente Lula. O roteiro explora uma série de investigações sobre a corrupção que abalou o Brasil nos últimos anos.

9. Torre das donzelas, de Susanna Lira (2018)

Um grupo de mulheres revisita sua história quarenta anos após terem sido presas durante a ditadura militar na Torre das Donzelas, como era chamada a penitenciária feminina do Presidio Tiradentes, em São Paulo. A ex-presidente Dilma é uma das entrevistadas.