76% querem a renúncia de Eduardo Cunha, diz Datafolha

Uma nova pesquisa do Instituto Datafolha revela que o eleitorado que apoia a renúncia do presidente da Câmara saltou 11 pontos percentuais desde dezembro.

São Paulo – Em pesquisa divulgada na manhã desta segunda-feira (29), o Instituto Datafolha revelou que 76% do eleitorado brasileiro defende a renúncia do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). 

De acordo com o levantamento publicado no jornal Folha de S. Paulo, o resultado atual representa um acréscimo de 11 pontos percentuais em relação a dezembro do ano passado. 

A publicação ainda lembra que a quantidade de brasileiros que querem o peemedebista fora do cargo é ainda mais alto do que a avaliação da presidente Dilma Rousseff (PT), quando 66% queriam o seu impeachment. 

Investigado na Operação Lava Jato, Cunha é acusado de ter contas secretas na Suíça. A suspeita é que elas foram usadas para esconder dinheiro oriundo de propina desviada de contratos fechados na Petrobras.

A pesquisa de hoje diz que 60% dos brasileiros são favoráveis a cassação do mandato de Cunha. 

O Datafolha ouviu 2.768 pessoas em 171 municípios entre os dias 24 e 25 de fevereiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.