7 obras para entender o fenômeno Lula no Brasil

Às vésperas do julgamento de Lula em Porto Alegre, relembre e entenda a trajetória do ex-presidente com estas dicas de livros e filmes

São Paulo – Com uma trajetória política que, em vários momentos, se funde à história do Brasil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é protagonista de várias obras que analisam a cultura política brasileira.

A alguns dias do julgamento de Lula em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4) em Porto Alegre nesta quarta-feira (24), EXAME preparou uma lista com seis sugestões de livros e um documentário para aprofundar a análise histórica da vida do ex-presidente.

Vale ressaltar que nenhuma dessas obras pode ser classificada como “imparcial” ou “isenta”, já que o tema suscita adoração e rancor na mesma medida. Tanto quanto possível, no entanto, tentamos oferecer visões mais entusiasmadas contrapostas a perspectivas críticas em relação à trajetória de Lula.

Veja a lista:

Sem medo de ser feliz – Cenas de Campanha, André Singer

Sem medo de ser feliz, de André Singer

O livro cobre, com fotografias e entrevistas, o período da campanha para a Presidência de 1989, a primeira após o fim da ditadura. Trata-se de um registro não só do momento de formação do Partido dos Trabalhadores (PT), mas também de consolidação da democracia brasileira e da efervescência dos movimentos sociais. A edição, de 1990, está esgotada e, atualmente, só é encontrada em sebos.

Ed. Scritta, 1990, esgotado

Do PT das lutas sociais ao PT do poder, José de Souza Martins

Do PT das lutas sociais ao PT do poder, de José Souza Martins

Neste livro, o sociólogo José de Souza Martins reúne artigos nos quais reflete sobre as transformações que o PT atravessou nas últimas décadas. O autor tenta elaborar a frustração de parte dos apoiadores de Lula e do PT em face da postura excessivamente pragmática adotada pelo partido quando assumiu o governo do país, ao costurar alianças com partidos que antes eram desafetos e, segundo o autor, flexibilizar seus parâmetros morais.

Ed. Contexto, 2016, R$ 47,00

Lulismo, carisma pop e cultura anticrítica, Tales Ab’Saber

Lulismo carisma pop, de Tales Ab'Sáber

Recorrendo à sociologia e à psicanálise, Tales Ab’Saber investiga as raízes do sucesso político praticamente unânime de Lula ao fim do seu segundo mandato no governo. Ele traça um paralelo entre a carreira política e conceitos marxistas, como o fetichismo da mercadoria, para explicar como um presidente da República virou um ícone pop.

Ed. Hedra, 2015, R$ 24,90

Os sentidos do Lulismo, André Singer

Os sentidos do Lulismo, André Singer

Este livro foi publicado depois que Singer já tinha participado do primeiro mandato de Lula como porta-voz do governo. Na obra, ele faz uma análise sociológica sobre as configurações de classe no Brasil, partindo do fenômeno da inversão dos votos em Lula do primeiro para o segundo mandato: se na primeira eleição o ex-torneiro mecânico contou com o apoio das classes urbanas e escolarizadas, para o segundo mandato a dinâmica se inverteu, aproximando Lula do eleitorado “subproletário”, para usar a expressão da obra.

Ed. Companhia das letras, 2012, R$ 37,90

Lula do Brasil – A história real, do Nordeste ao Planalto, de Richard Bourne

Lula do Brasil, de Richard Bourne

Biografia de Lula escrita pelo brasilianista Richard Bourne e lançada quase ao mesmo tempo que a reedição do livro “Lula, o filho do Brasil”, de Denise Paraná (esse segundo que deu origem ao filme). A editora vendeu a obra de Bourne como imparcial, e o próprio autor alegou que o livro não era “acrítico”. A trajetória dos primeiros anos é narrada com mais emoção, mas o tom final é de crítica e decepção.

Ed. Geração, 2009, R$ 39,90

Entreatos, documentário de João Moreira Salles

Entreatos, de João Moreira Salles

Lançado em 2004, o documentário é um registro da campanha de Lula para a eleição de 2002, a primeira vencida pelo PT depois de três tentativas. As filmagens revelam os bastidores da campanha que se mostram, hoje, ainda mais emblemáticos, considerando todos os personagens que caíram em desgraça após denúncias de corrupção.

Imobilismo em Movimento – da abertura democrática ao governo Dilma, Marcos Nobre

Imobilismo em movimento, Marcos Nobre

O livro não trata apenas dos governos petistas, mas oferece o pano de fundo sobre o qual os mandatos de Lula, Dilma e todos os outros se desenrolaram. Nele, o sociólogo avalia os últimos 30 anos da democracia brasileira à luz de um conceito criado por ele, o “Pemedebismo”. A palavra remonta ao fisiologismo, do qual o grande expoente é o (P)MDB, mas que, segundo o autor, acomete toda a cultura política nacional. Para ele, independentemente das transformações externas, o fenômeno transforma esquerda e direita, o dissenso, para resumir, em uma massa homogênea que sufoca os canais de representação da sociedade civil.

Ed. Companhia das Letras, 2013, R$ 42,90

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. news da hora

    Lula inicio assim , não roubar e não deixar roubar . Fez tudo diferente , e fundou quadrilhas com o PT /PMDB e diversos aliados vigaristas .

  2. news da hora

    Lula virou um chefe de quadrilhas , que ajudou a falir o Brasil em bilhões , a Petrobrás , Eletrobrás , Planos de previdências dos aposentados , Correios , desvios no BNDES , … , .

  3. news da hora

    Portanto , o seu destino tem que ser a cadeia . Ir para junto de Maluf na Papuda .

  4. news da hora

    Ou para Pinhais fazer companhia para velhos parceiros seus , como o Cabral , Cunha , Vacari , Palocci , e em breve também o Dirceu .

  5. Abraao Tapajos

    Eu não acredito que um site onde eu sempre buscava noticia, pois pensava que era imparcial. Agora próximo do julgamento do maior bandido do país, mostrou realmente de qual lado está.

  6. Chega de dar espaço a esse meliante que já deveria estar preso.