Pelo menos 6 policiais estão detidos após protestos, diz deputado

Segundo Lincoln Portela (PRB-MG), seriam dois policiais rodoviários federais, dois federais e pelo menos dois policiais civis detidos

Brasília – O deputado Lincoln Portela (PRB-MG) disse no período da tarde desta terça-feira, 18, que, pelo menos, seis policiais estão detidos neste momento em razão da manifestação contrária à reforma da Previdência no Congresso Nacional nesta tarde.

Segundo o parlamentar, seriam dois policiais rodoviários federais, dois federais e pelo menos dois policiais civis detidos na delegacia interna da Câmara.

Segundo o deputado, um grupo foi recebido na liderança do governo, onde conversa neste momento com o relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA).

Portela disse também que o grupo está frustrado com a proposta, que chamou de “colcha de retalhos”.

O parlamentar afirmou que a categoria está há meses negociando, mas sem sucesso.

“Estamos negociando há sete meses e não vemos nenhum retorno”, declarou.

Neste momento, os policiais que protestavam começam a recuar e já descem a rampa de acesso ao Salão Negro do Congresso.

Veja também