O trabalho entre gerações

Metade da população está, hoje, ocupando um cargo melhor do que o pai ou a mãe. Mas essa ascensão não significa que a família não tenha influência sobre o futuro profissional dos rebentos. Um novo estudo do IBGE, com base nos dados de 2014 da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (Pnad), mostra que a escolaridade da mãe pesa muito sobre o salário do filho. Pessoas com a mesma escolaridade têm rendimentos médios muito diferentes, podendo até dobrar a depender do nível de instrução da mãe. Confira, abaixo, os dados da pesquisa sobre mobilidade profissional entre as gerações.