Alguns “hábitos de riqueza” para adotar agora mesmo

Se somos o resultado de nossos hábitos, nada melhor do que adotar hábitos que estejam alinhados aos nossos objetivos e aspirações

Você já assinou minha newsletter? Fique por dentro de meus artigos, vídeos e outras publicações. Cadastre-se clicando aqui.

Se tem uma coisa na vida com a qual eu sou realmente cético é com essas listas de “o que as pessoas ricas fazem”, que aparecem muito por aí, especialmente em portais estrangeiros.

A maioria das pessoas ricas que eu conheço não tem, praticamente, nenhum dos hábitos que costumam figurar nessas listas, e os bilionários famosos (que normalmente são usados como “fonte de inspiração” dessas listas), são, em quase sua totalidade, “caricaturas de si mesmos” – personagens meticulosamente criados por agências de relações públicas e assessorias de imprensa pagas a peso de ouro.

Mas vamos aqui fazer uma pequena lista de hábitos, que deliberadamente chamarei de “hábitos de riqueza” (e não de “hábitos de pessoas ricas”), pois são hábitos que podem levar à riqueza, mas não necessariamente são seguidos por quem tem muito dinheiro.

Controle das finanças:

Como já dizia o físico William Thomson (o famoso “Lord Kelvin”), “aquilo que não pode ser medido, não pode ser melhorado”. “Medir” a própria riqueza é uma forma de “melhorá-la” (ou aumentá-la). E o planejamento financeiro é o que nos permite fazer essa medição. Uma vez por mês (ou por semana, por dia… o intervalo que você preferir), você fará um levantamento do seu patrimônio e dos seus investimentos. Isso vai te colocar mais em “contato” com a própria riqueza e fazer com que você seja uma pessoa mais cuidadosa em suas decisões de consumo e de investimento.

Estudo e desenvolvimento permanente:

Pessoas ricas (particularmente aquelas que construíram a própria riqueza, em vez de herdá-la) são, em geral, pessoas orientadas por oportunidades. E para enxergar oportunidades, é preciso estar minimamente “antenado” nas tendências e no que acontece no mundo.

É incrível a quantidade de profissionais altamente especializados que vivem como se o tempo tivesse “congelado” no momento em que saíram da escola. Conheço empresários, executivos e médicos que ainda vivem com a cabeça nos anos noventa. “Não ser assim” já aumenta bastante sua chance de estar à frente dos outros e construir riqueza.

Invista:

Não é uma questão de valores, e sim de “procedimento”. Trate o dinheiro como se ele tivesse que trabalhar para você. Não deixe um centavo sequer parado em sua conta e invista tudo o que puder.

Até aquele “saldinho” da conta corrente, faça algo com aquilo. Pode investir num Tesouro Selic, num CDB ou mesmo (argh) na Caderneta de Poupança. Mas transforme em “ponto de honra” pessoal não permitir que o dinheiro fique parado. Ponha ele para “suar”.

Escolha bem suas companhias:

Um comportamento notório das pessoas ricas (e agora sim estou falando de “hábitos de gente rica”, e não “hábitos de riqueza”) é andar sempre entre seus “pares”. Pessoas ricas não são muito de se “misturar” (pelo menos não num contexto de convívio social).

É um comportamento questionável, mas que tem suas razões de ser. Pessoas ricas acabam não tendo muito “papo” com quem não é rico (você acha que uma pessoa rica vai conversar sobre o quê? Sobre o preço do leite no supermercado?). As pessoas ricas também acabam frequentando lugares pouco acessíveis a quem não é rico, o que não facilita muito o convívio com quem é menos abastado. Mas essa característica de “clubinho fechado” acaba fazendo com que muitas oportunidades surjam e sejam exploradas antes mesmo de sair daquele círculo. Quem é de fora acaba não tendo acesso e, assim, os ricos vão ficando cada vez mais ricos…

Se você não é uma pessoa rica, pode ser que (por motivos compreensíveis) as pessoas ricas não estejam muito abertas para interagir com você. Mas você pode, de sua iniciativa, começar a se relacionar mais com outras pessoas que talvez não sejam ricas, mas tenham uma orientação para o crescimento e para o desenvolvimento pessoal. Forme seu círculo de relacionamentos com pessoas assim que, mais que amizade, fornecerão inspiração e apoio para evoluir.

Quer receber atualizações desde blog e outros conteúdos por email? Assine minha newsletter clicando aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s