Você é uma pessoa acessível?

Estar aberto para ouvir e trocar experiências não é só importante como também é necessário para o sucesso de um negócio

Durante um café da manhã com alguns dos colaboradores da empresa, eu ouvi essa pergunta e pensei: o que é ser acessível? Qual a importância de um gestor se mostrar aberto e disponível para receber e ouvir os seus colaboradores?

Uma empresa é feita de pessoas e, cada pessoa, tem um diferencial. Estar aberto para ouvir e trocar experiências não é só importante como também é necessário para o sucesso de um negócio. Como formar uma equipe vencedora, onde todos pensem como donos, se o gestor não está disponível para entender as necessidades de seus colaboradores?

Uma vez escrevi aqui mesmo no blog que “chefe não é amigo”, e não estou querendo ser contraditório quando falo da importância deste contato, mas faz parte da boa liderança saber separar as coisas. Ter uma relação saudável com a equipe é uma coisa, mas ter a necessidade de que todos gostem de você é completamente diferente.

Política de portas abertas

Como um gestor pode instaurar, da maneira correta, a política de portas abertas em seu escritório? Bons ambientes de trabalho são aqueles onde os funcionários se sentem confortáveis ​​manifestando suas ideias e preocupações. Para instaurar esse modelo, defina o tom certo, informando aos seus funcionários que você recebe seus pensamentos para melhorar as operações comerciais e a cultura do local de trabalho.

E não pense que, ao estar mais disponível, você terá que mudar seu modo de agir. Muitas vezes, uma simples conversa de corredor ou alguns feedbacks periódicos já vão estreitar mais esse relacionamento, fazendo com que a imagem de gestor intocável desapareça. Não se limite a um formato: você poderia oferecer um quadro de ideias, uma caixa de sugestões ou um encontro mensal com a liderança da empresa.

Acessibilidade horizontal

Vale lembrar que a acessibilidade não é importante, apenas, do gestor para com seus colaboradores. Todos, independentemente do nível hierárquico, devem demonstrar certa acessibilidade para com seus pares também. Como já disse anteriormente, a troca torna o trabalho mais produtivo e ajuda na construção de laços dentro da empresa que podem ser essenciais para o desempenho de cada um.

* Fernando Mantovani é diretor geral da Robert Half

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s