O ingrediente fundamental

Um bom chefe de cozinha sabe que toda receita tem seu ingrediente fundamental para que tudo dê certo. Sem ele, a massa desanda e a refeição não sai como o planejado. Um bom líder também tem seu ingrediente fundamental para guiar a equipe na direção correta. No livro, The Five Dysfunctions of a Team (Os 5 desafios das equipes, versão em português), Patrick Lencioni apresenta cinco princípios para fazer uma […] <div class="read-more"><a href="https://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/sua-carreira-sua-gestao/2015/08/28/o-ingrediente-fundamental/" class="more-link">Leia mais</a></div>

Um bom chefe de cozinha sabe que toda receita tem seu ingrediente fundamental para que tudo dê certo. Sem ele, a massa desanda e a refeição não sai como o planejado. Um bom líder também tem seu ingrediente fundamental para guiar a equipe na direção correta. No livro, The Five Dysfunctions of a Team (Os 5 desafios das equipes, versão em português), Patrick Lencioni apresenta cinco princípios para fazer uma equipe funcionar bem. O primeiro e mais essencial deles é a confiança. 

Não a confiança de simplesmente saber que o trabalho será feito e que cada um cumprirá o seu papel. Mas a confiança de ter espaço para ser vulnerável; de poder errar e se abrir com os colegas; de assumir que não sabe a resposta ou que precisa de ajuda sem que isso coloque em dúvida suas capacidades. Encontrar um ambiente assim não é tão fácil quanto pode parecer.

Assumir a própria vulnerabilidade é compreender sua condição humana de erros e acertos. Todos estamos sujeitos a falhas. Uma atitude de excelência é poder reconhecê-las e encontrar apoio para reverter o jogo. Quando há uma resistência a esse tipo de comportamento nos membros da equipe, o líder deve tomar a iniciativa e inspirá-los a fazer o mesmo uns com os outros. Orientá-los a lidar com as fraquezas sem censuras, com o único objetivo de buscar soluções e evoluir como um time. Só assim será possível avançar para as próximas etapas na construção de uma equipe capaz de funcionar bem. Sem essa confiança, a massa desanda.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s