3 características de profissionais de sucesso

Será que sucesso está ligado apenas a altos cargos e grandes salários? Na minha opinião, vai muito além disso e nem sempre está ligado a dinheiro.

Antes que você dê sequência à leitura, é importante alinharmos uma questão. Não se torture relacionando sucesso profissional apenas à conquista dos melhores cargos e salários. Também é bem-sucedido aquele que encontra outros motivos – além dos financeiros – para ser feliz nas atividades que realiza, em uma posição menos glamorosa ou pela companhia onde se encontra.

No livro “Liderar com o coração”, do técnico de basquete Mike Krzyzeweski – conhecido como Coach K –, o norte-americano revela que sempre espera que os atletas de seu time entrem em jogo e nos treinos com paixão, excelência e estabilidade. E, ao meu ver, essas são três importantes características de um profissional de sucesso.

  • Paixão – Em geral, durante a semana, as atividades profissionais tomam a maior parte do nosso tempo. Imagine como será difícil cumprir o expediente, vencer desafios e atingir metas se nada em volta despertar sua motivação? Dessa forma, busque a sua paixão dentro do trabalho, seja ela, por exemplo, a empresa, a equipe, o chefe, as atividades em si, o propósito das ações ou o conforto que a remuneração desse trabalho te proporciona. Se conseguir unir tudo, melhor ainda!
  • Excelência – Executar apenas as ações solicitadas está fora de cogitação para profissionais que desejam garantir a empregabilidade. É preciso ir além, mostrar a capacidade de ter uma visão completa das ações e, sempre que possível, se antecipar aos problemas. Diante de crises, os empregadores admiram profissionais que mapeiem soluções e proponham ações corretivas no processo que resultou no dano.
  • Estabilidade – Cada vez mais o mercado pede por profissionais que apresentem equilíbrio emocional para encontrar as melhores soluções para cumprir metas, mesmo diante das adversidades do dia a dia, de momentos de pressão e do contato com perfis diversos entre pares, subordinados, superiores, clientes ou fornecedores. Isso tudo requer maturidade, e eu não estou me referindo a idade.

Desenvolver ou aprimorar as características listadas não é garantia exata de sucesso, mas, certamente, aumentará as chances de êxito de maneira considerável.

Mude as atitudes como forma de treino, depois incorpore à sua rotina e, quando se der conta, esse novo perfil será parte do seu DNA!

* Fernando Mantovani é diretor geral da Robert Half

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s