Como assistir às maiores séries vencedoras do Emmy 2017

A maior premiação da televisão aconteceu no último domingo. Veja aqui quais produções arrasaram e saiba onde conferir cada uma delas

A maior premiação da televisão mundial, o Emmy 2017 aconteceu no último domingo e o blog está extasiado com a lista de vencedores e de indicados, que reúne séries imperdíveis.

A boa notícia é que praticamente todas as maiores vencedoras estão disponíveis para os brasileiros, seja via serviços de streaming ou canais na televisão  por assinatura. A “quase” má notícia é que a maior exceção é justamente o grande destaque da premiação 2017, “The Handmaid’s Tale”.

A série foi indicada a 13 categorias e venceu oito, incluindo melhor série dramática e melhor atriz em série de drama, que ficou com Elizabeth Moss. A história é baseada no livro “O Conto da Aia” (escrito por Margaret Atwood), que traz uma realidade distópica na qual um grupo religioso assume o poder nos Estados Unidos e instala um regime totalitário.

Bom, o seriado ainda não está disponível no Brasil, mas será transmitido por aqui pelo canal Paramount Channel no ano que vem, apesar de ainda não ter uma data certa de estreia.  Nos Estados Unidos, é transmitido pelo Hulu.

Veja abaixo outras séries que arrasaram nesta última edição da premiação.

“Veep”

Atualmente na sexta temporada, a comédia satírica “Veep” mostra o dia a dia de Selina Meyer, uma vice-presidente dos Estados Unidos animadíssima com as perspectivas de deixar um legado importante para seu país e o mundo sem, é claro, entrar no jogo político de Washington.

É uma das séries mais engraçadas que o blog já teve a oportunidade de assistir e é, também, premiadíssima: Julia Louis-Dreyfus (a eterna Elaine de outra série incrível, “Seinfeld”) foi nomeada seis vezes ao Emmy de melhor atriz em série de comédia e venceu TODAS as vezes. A série também foi indicada todos os anos desde 2012 e levou a estatueta três vezes.

Brasileiros podem assistir via HBO. Todas as temporadas estão disponíveis no HBO Go, serviço de streaming do canal.

“Big Little Lies”

Outra série da HBO, e, portanto, disponível no HBO Go, é “Big Little Lies”. A série se passa na cidade de Monterey e é sobre um grupo de mães que se envolvem depois que seus filhos passam a estudar juntos. Aparentemente, todas vivem vidas perfeitas, mas aos poucos os espectadores vão descobrindo aspectos sombrios e misteriosos de suas intimidades.

A história traz ainda as complexidades das relações femininas em atuações sensíveis e intensas de atrizes como Nicole Kidman, Laura Dern e Reese Witherspoon. A série contou com apenas uma temporada de sete episódios (cada um com cerca de 60 minutos de duração), mas vale cada minuto.

No Emmy 2017, “Big Little Lies” foi indicada a oito categorias e venceu cinco: melhor minissérie, melhor atriz em minissérie (Nicole Kidman), melhor ator coadjuvante em minissérie (Alexander Skarsgard), melhor atriz coadjuvante em minissérie (Laura Dern) e melhor direção de minissérie.

“This Is Us”

Uma das séries favoritas do blog atualmente, “This Is Us” é a comédia dramática que sentíamos falta desde o fim de “The Good Wife”: que nos emociona, nos faz rir e nos pensar nas relações familiares.

A história é sobre a família Pearson, cujos pais Jack e Rebecca tiveram os gêmeos Kate e Kevin e, no mesmo dia do nascimento da dupla, adotaram Randall. A série conta com flashbacks que mostram a infância e adolescência do trio e a vida do casal. Aos poucos, nos revela os dramas e as lutas pessoais de cada um deles e as complexidade da vida em família.

No Emmy 2017, “This Is Us” foi indicada em 11 categorias e deixou registros importantes: é a primeira série do gênero a ser indicada na categoria de melhor série dramática desde “The Good Wife” em 2011 e fez de Sterling K. Brown (Randall) o primeiro ator negro a ser premiado como melhor ator de série dramática em duas décadas. A produção levou, ainda, a estatueta de melhor ator convidado em série de drama, que ficou com Gerald McRaney.

No Brasil, a primeira temporada, que tem 18 episódios com cerca de 40 minutos de duração, é exibida pelo canal Fox Life, mas a segunda temporada está em vias de estrear nos Estados Unidos (26 de setembro) e já há a confirmação para uma terceira temporada.

“The Crown”

Para quem é amante de séries e filmes históricos que retratam a realeza e nobreza, especialmente os órfãos da excelente “Downton Abbey”, como o blog, “The Crown” é imperdível.

A série da Netflix mostra a vida da rainha Elizabeth II, que assumiu a coroa britânica aos 25 anos de idade e reina até hoje. Como pano de fundo, “The Crown” traz acontecimentos históricos e monta o retrato das transformações não apenas no Reino Unido, mas em todo o mundo.

Nesta edição do Emmy, “The Crown” foi nomeada em três categorias (melhor ator coadjuvante em série dramática, melhor série dramática e melhor atriz em série dramática). A estatueta ficou com John Lithgow (melhor ator coadjuvante em série dramática) por seu papel como Winston Churchill, ex-primeiro-ministro britânico e uma das maiores figuras políticas da história.

“Master of None”

Outra que consta na lista de séries favoritas do blog (leia nossa resenha aqui), “Master of None” usa a história de Dev (Aziz Ansari) e seus amigos para compor o retrato atual da geração de pessoas de 30 e tantos anos, suas angústias e expectativas sobre a vida.

É impossível não se identificar com traços de cada um dos personagens e isso sem falar nos diálogos afiados, atuações incríveis e trilha sonora impecável. Então, deixamos essa dica: se tem uma série que você não deveria perder, especialmente se está nessa faixa etária, é essa que é transmitida pela Netflix.

Recebeu 8 nomeações e levou a estatueta de melhor roteiro em série de comédia pelo excelente episódio, e talvez o melhor de toda a segunda temporada, “Thanksgiving”. E esse foi um prêmio importantíssimo: fez de Lena Waithe a primeira mulher negra a vencer nesta categoria. “Master of None” está em sua segunda temporada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s