O segredo da fórmula mágica do relacionamento com clientes

A fórmula mágica até impressiona, mas é ilusória. Já o propósito e lucro são concretos e perenes se harmonizados. E vão além de uma simples estratégia.

“Fórmula Mágica”. Este termo é realmente mágico e parece que ainda aguça os sentidos da maioria dos profissionais de marketing.

Mas parece que, finalmente, o mercado vem dando atenção à necessidade de as empresas terem clareza de qual é o seu propósito, para que ela existe e qual o seu papel na sociedade, além do lucro. Porém, fico muito incomodado porque percebo que apesar de ser um discurso muito aplaudido em palestras e adotado por vários CEO’s e “gurus” de marketing e negócios, é deixado de lado no dia a dia e na vida real das empresas. E este é o ponto. Enquanto diz-se que a empresa deve ter um propósito claro que transcenda o lucro, os executivos ficam buscando alucinadamente as fórmulas mágicas para vender mais e mais rápido e assim bater suas metas e ganhar seus bônus.

Mas sinto dizer que fórmulas mágicas para isso não existem. Pode até ser que você encontre alguma forma de vender mais rápido em algum momento, seja fazendo uma promoção, abaixando o preço ou mesmo usando alguma “estratégia” ou “inovação” incrível, mas garanto que não será sustentável, ou seja, possivelmente ela terá um efeito de curta duração e você precisará novamente de outras fórmulas que  trarão mais pressão por resultados, mais necessidades de verbas e maior risco de não funcionar como desejado.

Ter clareza sobre qual é o propósito da sua empresa na sociedade, um propósito mais importante do que o lucro alto e que seja o direcionador da estratégia da empresa, ajudando a estabelecer um relacionamento verdadeiro com os seus clientes, pode ser a sua fórmula mágica. Uma fórmula que abre mão do resultado rápido do curto prazo em função do resultado sustentável de longo prazo. Uma fórmula que dará a você satisfação verdadeira com o seu trabalho.

E se eu tivesse que resumir esta fórmula mágica em uma única palavra, ela seria Consistência. E para entender o que significa isso,  convido você a assistir o vídeo abaixo, do consultor Simon Sinek (aquele do Golden Circle), com uma analogia ótima e que pode ser utilizada para pensarmos também sobre Relacionamento com Clientes.